Languiru apresenta dívida de quase R$ 945 milhões

CRISE NA COOPERATIVA

Languiru apresenta dívida de quase R$ 945 milhões

Valor considera débitos com fornecedores, prestação de serviços e instituições financeiras. Demais débitos que não integram lista final, fazem o valor ultrapassar R$ 1 bilhão

Por

Atualizado quinta-feira,
11 de Julho de 2024 às 12:28

Languiru apresenta dívida de quase R$ 945 milhões
Foto: Henrique Pedersini
Teutônia

Durante assembleia nesta quinta-feira, 11, o presidente-liquidante da Languiru, Paulo Birck, apresentou os números da dívida da cooperativa. O montante chega a R$ 944.995.196,72 se considerados os débitos com fornecedores, prestadores de serviço, bancos e demais instituições financeiras.

Conforme Birck, a maior parte está atrelada aos bancos, onde o valor é de R$ 595.057.255,53 entre hipotecas penhores e débitos sem garantia. Em relação a fornecedores, prestadores de serviço e demais credores, a quantia é de R$ 349.937941,19.

Logo após os dados serem divulgados, a empresa Markestrat Group apresentou o relatório do estudo de viabilidade da cooperativa, ao considerar os negócios que a Languiru manteve, os que foram encerrados e o plano de pagamento da dívida.

Na assembleia, os associados decidiram adiar a decisão sobre o modelo de cobrança da dívida de produtores que encerraram o vínculo com a cooperativa e de associados falecidos. Se considerados os anos de 2022, 2023 e 2024, foram registradas 685 baixas no quadro. Atualmente são aproximadamente cinco mil matrículas ativas.

Do edital previsto, os associados aprovaram, por unanimidade, a prorrogação do procedimento de liquidação até 18 de julho de 2025. A autorização vigente encerra na próxima semana.

Ações estabelecidas para quitação da dívida e manutenção das atividades consiste em aumentar a produção de leite e frango.

Acompanhe
nossas
redes sociais