Cometa adota perfil moderno e prioriza a essência da marca

O MEU NEGÓCIO

Cometa adota perfil moderno e prioriza a essência da marca

Há 73 anos, empresa faz parte da história de gerações e acompanha todas as tendências do mercado. A remodelação, além de modernizar a marca, reforça o compromisso com os clientes e as inovações

Por

Cometa adota perfil moderno e prioriza a essência da marca
Giselda (e) e Carolina participaram do programa “O Meu Negócio” dessa segunda-feira, 8. (Foto: Deivid Tirp)
Vale do Taquari

Uma das livrarias e papelarias mais tradicionais de Lajeado, a Cometa é conhecida pela sua variedade de materiais escolares, itens de escritórios, livros e presentes especiais. Há 73 anos, ela faz parte da história de gerações e acompanha todas as tendências do mercado, fatos que a consolidam como uma importante empresa do Vale. Há pouco tempo ela passou por uma remodelação que, além de modernizar a marca, reforça o compromisso com os clientes e as inovações do mercado.

“Desde que retornei a Lajeado, em 2020, eu queria fazer uma modernização da marca. Lembro que, tanto o pai quanto a mãe, concordaram e me deram carta branca”, conta a diretora, Carolina Hahn. Com a mudança, as tradicionais cores vermelha e amarela deram espaço para o verde tiffany e um design mais moderno.

Para chegar à nova composição, Carolina conta que foram necessários três anos, até que a família chegasse a um consenso para o desenho e as cores. Havia uma preocupação em não se desvincular tanto da marca original, tendo em vista que ela era reconhecida na região.

“Dentro dessa linha de papelaria fofa se trabalha muito com as candy colors, que são as cores de doce e mais suaves. Entramos nessa linha porque isso também desperta boas memórias para as pessoas”, explica a também diretora, Giselda Hahn.

Proximidade com os clientes

Tendo em vista que a maioria dos consumidores são mulheres, a Cometa apostou em um design mais colorido e alegre. Além disso, passou a investir na categoria de papelaria fofa, um nicho dos materiais criativos que se destaca pelos designs coloridos, ilustrações delicadas e divertidas. “Eu queria uma coisa mais feminina, porque temos muitas clientes (mulheres)”, diz Carolina.

Outro segmento que ganhou destaque foi o de livros. Segundo Giselda, a parte de livraria é importante e precisava de um cuidado especial. O espaço foi pensado para que os clientes se sintam imersos ao universo das artes e literatura. Por meio de um arco de livros criou-se “um portal do conhecimento. É uma maneira de incentivarmos as pessoas a crescerem e se desenvolverem por meio da leitura”, explica.

Aposta no e-commerce

Além das unidades físicas, a Cometa inicia um projeto voltado às compras online. Hoje os clientes já podem solicitar os materiais por meio do WhatsApp, mas em breve, um novo portal permitirá que os produtos sejam adquiridos diretamente pelo site.

O bate-papo completo com a equipe da Cometa Papelaria pode ser conferido no QR Code desta página. O programa “O Meu Negócio” é transmitido ao vivo nas segundas-feiras, na Rádio A Hora 102.9 e nas plataformas digitais. Tem o patrocínio de Motomecânica, Kappel Imóveis, Black Contabilidade, Marcauten, Grupo Zagonel, A Mobília Lajeado, Dale Carnegie, Sunday Village Care, 3F1B Móveis Estratégicos e STW Automações.

Grande magia –
Elizabeth Gilbert

O que significa vida criativa? Essa é a reflexão que Elizabeth Gilbert traz em “Grande magia”. Para ela, ser criativo não se resume apenas a se dedicar profissional ou de modo exclusivo às artes. Ter uma vida criativa é ser uma pessoa motivada pela curiosidade, sem medo. É um ato de coragem.

Elizabeth nos mostra como abraçar essa curiosidade e entregar aquilo que mais amamos. A autora oferece poderosos insights sobre a natureza da inspiração e como encontrar novas formas de lidar com as partes mais difíceis do trabalho, embarcar de vez em um sonho sempre adiado ou simplesmente acrescentar paixão à vida cotidiana.

 

Entrevista
Giselda Hahn – Diretora da Cometa Livraria e Papelaria
Carolina Hahn – Diretora da Cometa Livraria e Papelaria

“Temos pessoas que estão construindo carreira”

Wink – Giselda, quais são as tuas origens?

Giselda – Sou natural de Santa Maria, nasci, me criei e estudei lá. Sou enfermeira de profissão e trabalhei mais de 30 anos na área da saúde. Hoje estou há oito anos na Cometa. Minha mãe era parteira e eu achava muito bacana, ela tinha apetrechos em casa e eu achava muito lindo. Acho que isso veio do cuidado com o outro, e aprendi com a minha mãe.

Wink – Tu chegou a trabalhar em hospitais e clínicas?

Giselda – Sim, trabalhei em áreas intensivas dentro de hospitais. Em UTI’s adulta e pediátrica, e em bloco cirúrgico. Fora do hospital, trabalhei na saúde pública por sete anos, na prefeitura de Lajeado, no programa de agentes comunitários de saúde. Na época, em 2004 estávamos implantando.

Wink – Essa área da saúde, o que ela te ensinou no lidar com as pessoas e que é relevante até hoje para ti?

Giselda – A minha grande contribuição é trazer a experiência no trato de pessoas para a empresa. Claro que trabalhei em situações complicadas das pessoas, mas isso nos dá um preparo e uma segurança para entendê-las melhor, como elas entendem e enxergam o mundo. Para ter mais paciência, tolerância e compreensão.

Wink – Carolina, como é viver em uma família empreendedora?

Carolina – Acompanhei muito de perto, lembro de criança que a mãe tinha esses programas de agente comunitário, e eu ia junto aos sábados e organizava a fila. Participava sempre com meu pai na papelaria. Eu ia a Porto Alegre comprar os livros, então, desde sempre fiquei junto com eles vendo as iniciativas. E desde pequena atuava como líder de equipe e grêmio estudantil.

Wink – Esse perfil de liderança, tu consideras importante para os jovens que entram em organizações mais antigas e com história?

Carolina – Acredito que facilita, mas buscar experiências fora também é importante. Fiquei fora de Lajeado por 10 anos e tive outras experiências profissionais antes que me trouxeram muita bagagem. Sou formada em direito, mas sempre fiquei nesses dois mundos, do direito e da administração.

Wink – Você usa o direito na tua área hoje?

Carolina – Bastante, principalmente a parte de direitos dos trabalhadores, como funcionam as regras, convenções coletivas, CLT, horas extras… mas também há uma parte societária, de alteração contratual, e questões tributárias.

Wink – Vocês têm pessoas com muita experiência e, ao mesmo tempo, pessoas que estão entrando no mercado de trabalho. Como lidar com as diferentes gerações?

Giselda – Acho que é justamente essa mistura de gerações que é positiva. Porque a gente pega a experiência das nossas colaboradoras e elas ajudam e ensinam os novos. E temos pessoas que já estão construindo uma carreira. Eu acho que é bem importante ter pessoas de mais tempo trabalhando com os novos, porque agiliza processos e ganhamos tempo com algumas questões.

Carol – Acho que o nosso diferencial é que as pessoas mais antigas tem um espírito muito jovem, então elas gostam de estar com eles. Elas gostam dessa energia.

Acompanhe
nossas
redes sociais