“A educação e a honestidade fizeram devolver o dinheiro que não era meu”

ABRE ASPAS

“A educação e a honestidade fizeram devolver o dinheiro que não era meu”

Por engano, o agente comunitário de Saúde, Tiago Luis Noll recebeu uma transferência em sua conta bancária de quase R$ 2 mil. Pensou que fosse golpe. Minutos depois, a dona do dinheiro, desesperada, entrava em contato com ele informando o ocorrido. Noll garante, “mesmo se fosse um valor mais alto, teria devolvido”

Por

“A educação e a honestidade fizeram devolver o dinheiro que não era meu”
Foto: ARQUIVO PESSOAL

Como foi a sua reação inicial ao perceber que havia recebido um Pix por engano?

Quando a transferência foi feita, eu não tive acesso imediato, pois estava trabalhando e meu celular tinha ficado em casa. Cheguei do trabalho antes do meio-dia e percebi que algo estava errado. Antes de verificar se realmente o dinheiro estava na minha conta, fiquei desconfiado pensando que poderia ser golpe. Depois que confirmei a transação, fiquei surpreso.

Qual foi o valor que você recebeu por engano? Isso influenciou sua decisão de devolver?

A transferência foi de R$ 1.889, e, garanto, não influenciou em nada na decisão de fazer a devolução. Mesmo que o valor fosse mais alto, teria devolvido.

Como você percebeu que o Pix foi um erro? Houve alguma mensagem ou contato do remetente?

Percebi quando entrei no aplicativo do meu banco e não conhecia a pessoa, além de não estar esperando esse valor de ninguém. A dona do dinheiro, cinco minutos depois de ter feito a transferência, já havia me mandado várias mensagens pelo WhatsApp, Instagram e Facebook. Ela estava desesperada. O que para ela foi pior, é que eu estava sem o celular, então, ela tentava falar comigo, mas não tinha êxito.

O que te motivou a devolver o valor recebido por engano?

Minha honestidade, educação e conselhos dos pais para sempre fazer o que é o certo. Para crescer na vida não precisamos nos aproveitar de oportunidades alheias. Trabalhando de forma honesta, conseguimos alcançar tudo que almejamos.

Qual foi a reação da remetente ao saber que você devolveria o dinheiro?

A mulher ficou muito agradecida pela boa índole. Me mandou R$ 100, mesmo eu não querendo, transferiu. Se acontecesse uma situação dessa comigo, de fazer uma transferência por engano, também ficaria feliz e agradecido se a pessoa devolvesse.

O que essa experiência significou para você em termos pessoais e éticos?

A consciência limpa e a sensação de dever cumprido.

Acompanhe
nossas
redes sociais