A desconfiança dos prefeitos no retorno de Brasília

Opinião

Fabiano Conte

Fabiano Conte

Jornalista e Radialista

A desconfiança dos prefeitos no retorno de Brasília

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Nesta semana, prefeitos de diversas cidades do Rio Grande do Sul participaram da marcha pela reconstrução em Brasília, em busca de soluções e recursos para enfrentar os danos causados pelas enchentes. As conversas com os prefeitos nos boletins transmitidos pelo jornalista Rodrigo Martini, enviado especial do grupo A Hora, evidenciaram preocupação sobre a efetividade das promessas feitas pelo governo federal.

Apesar do anúncio de bilhões de reais em recursos, apenas um pouco mais de um bilhão chegou efetivamente aos cofres públicos. A demora e os impasses burocráticos estão gerando incertezas quanto à concretização de todas as verbas prometidas. Os prefeitos expressaram temor de que as ajudas anunciadas não se materializem, deixando os municípios sem o apoio necessário para a reconstrução.

Foto: Rodrigo Martini

A pressão sobre as administrações municipais é intensa, pois os cidadãos, que enfrentam diretamente os impactos das enchentes, recorrem primeiramente aos prefeitos em busca de ajuda. Há esperança. Maneco, que é do Vale, passa a ser a grande esperança para os meses seguintes. E esperando que o presidente Lula não tenha esquecido do que viu por aqui na visita que fez ao Vale.

Agricultores sofrem

A devastação causada pelas enchentes de maio, exacerbada pelo excesso de chuvas, deixou os agricultores gaúchos enfrentando uma situação crítica. Uma matéria especial do jornal A Hora nesta semana, assinada pela jornalista Bibiana Faleiro, destacou os prejuízos no campo e as dificuldades enfrentadas pelos produtores em busca do recomeço. Apesar do anúncio do Plano Safra pelo governo federal, os desafios para a retomada da vida no campo ainda são grandes.

Em todos os cantos

Na RSC-453, Rota do Sol, no trecho entre Estrela e a Serra Gaúcha, principalmente até a região de Garibaldi, os problemas se acumulam, sendo a pista da direita nos trechos de duplicação a mais afetada. Buracos profundos e frequentes tornam a viagem arriscada, exigindo cuidado redobrado dos condutores.

PL e PDT

Em Progresso o pré-candidato a prefeito é Diogo Rafael Batista, do PL, e o vice Gilberto Costantin, do PDT. Diogo nunca concorreu. Gilberto, o Tigrão, é ex-prefeito. Não se reelegeu em 2020.

Avaliação

O MDB de Cruzeiro do Sul aguarda o resultado de pesquisa para lançar candidato ou fazer alianças na eleição deste ano. Os números serão apresentados no final de semana.

Acompanhe
nossas
redes sociais