Paulo Pimenta visita áreas afetadas em Venêncio Aires

apoio à reconstrução

Paulo Pimenta visita áreas afetadas em Venêncio Aires

Ministro esteve no centro de Vila Mariante, no interior do município, neste domingo

Por

Atualizado domingo,
23 de Junho de 2024 às 20:26

Paulo Pimenta visita áreas afetadas em Venêncio Aires
Dentre as autoridades que acompanharam o ministro, estava o secretário de comunicação institucional do governo, Maneco Hassen. (Foto: divulgação)
Venâncio Aires
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O ministro extraordinário de apoio à reconstrução do Rio Grande do Sul, Paulo Pimenta, visitou Venâncio Aires neste domingo, 23. Um dos mais atingidos da região, Venâncio Aires teve grandes prejuízos em Mariante e Serrana, além da parte baixa da cidade. Durante a caminhada pelo centro de Vila Mariante, o prefeito Jarbas da Rosa reforçou pleitos quanto a recursos para reconstrução de escola, posto de saúde, estradas, pontes e casas.

Foi destacado a dificuldade burocrática para acessar recursos dos programas federais e estaduais, mesmo com projetos já cadastrados. Rosa também cobrou a liberação de recursos específicos para o setor empresarial. Apenas em Venâncio Aires 520 empresas foram afetadas pelas águas, principalmente, pelo Arroio Castelhano e Rio Taquari. “Até o momento essas empresas não receberam nenhum recurso subsidiado para uma retomada mais tranquila”, reforçou o prefeito.

O município reivindica ao governo federal a construção de 220 residências pelo programa Minha Casa, Minha Vida – Calamidade Rural. Cadastramento do projeto foi iniciado e a intenção é beneficiar moradores atingidos tanto pelas enchentes na região de Mariante, quanto pelos deslizamentos de terras na região serrana. Ainda foi reivindicada serenidade na liberação do Auxílio Reconstrução de R$ 5.100 para famílias gaúchas.

Durante a caminhada, moradores sustentaram faixas e cartazes reivindicando agilidade na ajuda federal. Outros municípios que também receberam a visita da comitiva do ministro foram Sinimbu e Candelária. Dentre as autoridades que acompanharam o ministro, estava o secretário de comunicação institucional do governo, Maneco Hassen.

Acompanhe
nossas
redes sociais