Marques de Souza solicita à CCR apoio na recuperação de acesso

RECONSTRUÇÃO

Marques de Souza solicita à CCR apoio na recuperação de acesso

Via lateral foi totalmente destruída em maio por conta da elevação dos rios Fão e Forqueta

Por

Marques de Souza solicita à CCR apoio na recuperação de acesso
Foto: Daniel Stork

Em reunião com integrantes da comissão tripartite líderes de Marques de Souza solicitaram e externaram à CCR autorização para recuperar o acesso ao distrito de Bela Vista do Fão. O encontro ocorreu em Porto Alegre.

Entre os presentes estavam membros da CCR ViaSul, da Polícia Rodoviária Federal e da Associação de Municípios do Vale do Taquari. Durante o encontro, o vice-prefeito de Marques de Souza, Lairton Heineck, solicitou à CCR autorização para recuperar o acesso ao distrito de Bela Vista do Fão.

A preocupação agora está no Km-311 da BR-386, onde moradores que trafegam no sentido capital-interior enfrentam um desafio significativo: para acessar a estrada geral do distrito, motoristas precisam ingressar na contramão.

A via lateral que servia de acesso foi totalmente destruída ainda em maio por conta da elevação dos rios Fão e Forqueta.

O vice-prefeito, Lairton Heineck, afirmou em entrevista ao programa Vale em Pauta da rádio A Hora, que o Ministério Público Federal também está acompanhando as ações do município. Segundo ele, a administração municipal está empenhada em esgotar todas as alternativas para resolver os problemas de infraestrutura que afetam a região.

“Não podemos manter os acessos como estão. Temos várias situações que já eram críticas antes da enchente e que agora se agravaram. Em 45 dias, tivemos nossos acessos totalmente bloqueados duas vezes”, destacou Heineck. Outro pedido do município é para a antecipação de obras e a implantação de uma alça de acesso no trevo da cidade que durante a enchente ficou alagado e motoristas ficaram impedidos de acessar a cidade.

A CCR Via Sul afirma que o acesso é de responsabilidade do município que a responsabilidade pela recuperação é municipal.

Foto: Daniel Stork

Acompanhe
nossas
redes sociais