EGR reforça sinalização vertical na ERS-129, em Muçum

trânsito

EGR reforça sinalização vertical na ERS-129, em Muçum

Vinte placas orientam sobre proibição do desvio para caminhões, acima de seis toneladas, e estipular velocidade de 30 km/h para travessia

Por

EGR reforça sinalização vertical na ERS-129, em Muçum
Foto: Raphael Nunes/Ascom EGR/divulgação
Muçum
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) intensifica a sinalização vertical na ERS-129 por meio da colocação de vinte placas, para orientar condutores que trafegam entre Muçum e Vespasiano Corrêa. A ação tem por objetivo alertar os usuários sobre a proibição da utilização do desvio por caminhões acima de seis toneladas e estipular uma velocidade de 30 km/h para fazer a travessia.

De acordo com o diretor-presidente da EGR, Luís Fernando Vanacôr, a medida visa promover a segurança dos motoristas que circulam pela ERS-129 e contribuir para a manutenção da passagem alternativa, tendo em vista que a circulação de veículos pesados danifica o caminho construído em uma área íngreme e provisória destinada apenas a veículos de até seis toneladas. “O reforço na sinalização é mais uma medida para promover a trafegabilidade na região, contudo, a conscientização e o cumprimento das normas são fundamentais para a preservação da infraestrutura e para a segurança de todos”.

A ação integra o Plano Rio Grande, programa de reconstrução, adaptação e resiliência climática do Estado que visa planejar, coordenar e executar ações para enfrentar as consequências sociais, econômicas e ambientais da enchente histórica.

Desvio emergencial

A EGR concluiu, em menos de 15 dias, a construção desse desvio emergencial ao lado do km 88 da ERS-129, em Muçum. Visando à segurança dos usuários, o desvio provisório está disponível apenas para automóveis, vans, ambulâncias e caminhões com peso máximo de seis toneladas, das 7h às 19h. A EGR alerta que o trecho funciona no sistema pare e siga, devido às dimensões reduzidas da via alternativa e que, em função das chuvas previstas, o fluxo pode ser interrompido por questões de segurança.

Como alternativa para os veículos mais pesados e para a circulação noturna, a EGR pavimentou três quilômetros e promoveu melhorias na estrada vicinal da Linha São Luís, que também é utilizada como desvio alternativo. Nessa via não há restrição de horário, visando a trafegabilidade de veículos acima de seis toneladas, proibida no desvio da rodovia.

Acompanhe
nossas
redes sociais