“Precisamos de condições favoráveis para as empresas”, diz presidente da CIC-VT

ENTREVISTA | A HORA BOM DIA

“Precisamos de condições favoráveis para as empresas”, diz presidente da CIC-VT

Angelo Fontana defende alongamento de prazos de dívidas, taxas de juros e garantias para as unidades já endividadas

Por

“Precisamos de condições favoráveis para as empresas”, diz presidente da CIC-VT
Presidente da CIC-VT, Angelo Fontana (Foto: Diogo Fedrizzi)
Vale do Taquari

Em meio aos desafios enfrentados pelas empresas do Vale do Taquari, após enchentes que causaram danos significativos às unidades industriais e comerciais, o presidente da Câmara da Indústria, Comércio e Serviços do Vale do Taquari (CIC-VT), Angelo Fontana detalha os esforços para impulsionar a recuperação econômica e reconstrução da região.

Fontana destaca a importância do acesso ao crédito para micro e pequenas empresas, através do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), que oferece crédito de até 150 mil. Ainda ressalta a importância da participação das instituições financeiras como Sicredi, Sicoob e Cresol, na busca por soluções e na inclusão dessas instituições nos repasses via BNDES.

Na tarde desta quarta-feira, Fontana participa de duas importantes reuniões. A primeira, às 15h, contará com a participação de diversas entidades e empresas, visando esclarecer como funcionarão os repasses do governo para empresas de diferentes portes. Já às 16h30min, com as principais grandes empresas atingidas desde setembro de 2023, detalhamento e esclarecimentos de como essas empresas que faturan até R$ 300 milhões ano e as que faturam acima disso. “Com isso, teremos informações detalhadas para levar ao Vale sobre esse andamento. O governo já lançou uma cartinha sobre como vai funcionar, mas ver no detalhe, pois o dinheiro precisa chegar.”

Ainda de acordo com Fontana, há uma grande preocupação com a situação atual das indústrias, consideradas fundamentais para impulsionar a economia regional. “Precisamos de condições favoráveis, como alongamento de prazos de dívidas, taxas de juros e garantias para empresas já endividadas”. Além disso, ressalta a importância do fundo garantidor para a segurança financeira das empresas.

Para finalizar, o presidnete da CIC destaca os esforços em andamento para a reconstrução da região, incluindo iniciativas para a doação e instalação de pontes em áreas afetadas. “O apoio do governo estadual e das prefeituras nesse processo é de grane importância para a progressão positiva nessas negociações.”

Ouça a entrevista na íntegra

 

Acompanhe
nossas
redes sociais