Estrela define nova área para escola Leo Joas

BAIRRO DAS INDÚSTRIAS

Estrela define nova área para escola Leo Joas

Novo imóvel ocupará área de seis terrenos ao investimento de R$ 1,4 milhão

Por

Atualizado quarta-feira,
12 de Junho de 2024 às 20:31

Estrela define nova área para escola Leo Joas
Foto: divulgação

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Leo Joas, destruída pela enchente de maio, será reconstruída no bairro das Indústrias. A administração municipal confirmou a compra de um imóvel para o novo prédio, com um investimento de R$ 1,4 milhão. O local fica na Rua João Henrique Uebel, esquina com João Inácio Sulzbach, a 650 metros do antigo endereço.

O governo decidiu manter a escola na mesma região, adaptando um projeto para construção modular. Quase 600 alunos foram realocados temporariamente para outras escolas da cidade, como a Emef Odilo Afonso Thomé. Essa medida emergencial continuará até a conclusão das obras.

A Secretária de Educação de Estrela, Elisângela Mendes, explica o processo de escolha do novo terreno. Segundo ela, logo após a tragédia, a equipe começou a procurar áreas adequadas no Bairro das Indústrias. A prioridade foi encontrar um espaço grande o suficiente para abrigar a nova escola.

Cita que logo depois do desastre, buscaram possíveis locais dentro do bairro, sendo identificada uma área de terra que se mostrou adequada. “Foi um grande esforço conjunto, integrando a comunidade, a direção da escola e o CPM”, relatou Mendes.

O governo decidiu manter a escola na mesma região, adaptando um projeto para construção modular. (Foto: ZIQUE NEITZKE)

Início das obras

A construção será modular, com previsão de conclusão em até 120 dias. Elisângela informa que a obra deve iniciar entre o fim do mês e o início de julho, porém ainda esbarra em algumas pendências legais e burocráticas. A expectativa é que a estrutura seja erguida rapidamente, permitindo que as crianças retornem ao bairro o mais breve possível. “Estamos finalizando as questões legais e de recursos. A intenção é levantar a escola rapidamente para trazer as crianças de volta.”

A expectativa é que em outubro a obra seja concluída, com isso, os alunos encerrariam o ano letivo na nova escola. “Quando a escola estiver pronta, os alunos retornarão ao seu espaço. Atualmente, estão sendo transportados para outras localidades, mas a intenção é que terminem o ano letivo na nova escola”, explicou.

Elisângela comenta que para a comunidade do bairro das Indústrias, a reconstrução da escola representa mais do que um novo prédio. “A escola no bairro significa esperança e a certeza de dias melhores. A retomada da escola traz esperança para as famílias e simboliza a reconstrução do bairro”, concluiu a secretária.

“Não é uma escola, é uma família”

Mãe de duas meninas, uma de dez e outra de oito anos, Lauren Thomas de Almeida Santana, destaca que a EMEF Leo Joas é a identidade do bairro. “Como falamos sempre o educandário é o coração do bairro das Indústrias. É incrível ver o amor dos professores e da equipe pelos nossos filhos.”

Lauren destaca que nunca presenciou professores em lágrimas de saudades pelos alunos. “Sinto que nossos filhos, são como filhos para eles. A Leo Joas não é uma escola, é uma família.”

Galeria

Foto: divulgação Foto: divulgação Foto: divulgação Foto: divulgação Foto: divulgação Foto: divulgação

Acompanhe
nossas
redes sociais