Os desafios da educação e o engajamento com a comunidade

ENTREVISTA | FRENTE E VERSO

Os desafios da educação e o engajamento com a comunidade

"É necessário a formação para a transformação da sociedade", afirma diretor Executivo na Rede Sinodal de Educação, Jonas Rückert

Por

Os desafios da educação e o engajamento com a comunidade
Mauro Nüske, diretor do Colégio Teutônia; Oswaldo Dalpiaz, presidente do Sindicato das Escolas Privadas do Rio Grande do Sul (SINEP RS) e Jonas Rückert, diretor Executivo na Rede Sinodal de Educação. (Foto: Pedro Rodrigues)
Teutônia
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O programa Frente e Verso desta sexta-feira, 9, apresentado do Colégio Teutônia local onde acontece o segundo dia do III Congresso Internacional de Educação, traz Jonas Rückert, diretor Executivo na Rede Sinodal de Educação, Oswaldo Dalpiaz, presidente do Sindicato das Escolas Privadas do Rio Grande do Sul (SINEP RS) e Mauro Nüske, diretor do Colégio Teutônia.

Conforme Dalpiaz “para tratar de educação, é necessário que as crianças estejam felizes”, algo que, na realidade é mais difícil do que se imagina. Para ele, todo o espaço da escola deve ser pedagógico. Atualmente, o SINEP conta com 320 escolas associadas ao SINEP é de 320 escolas.

Rückert alega que as escolas no Rio Grande do Sul não são instituições de ensino que possuem um dono, mas de um projeto comunitário que visa a promoção das comunidades e o desenvolvimento das lideranças.

“O primeiro posicionamento que uma escola deve ter é com a beleza, com referência ao cuidado. É necessário a formação para a transformação da sociedade” alega Rückert.

Para o diretor da Colégio Teutônia, o conhecimento que o aluno tem na escola também é algo que deve ser prazeroso.

Dalpiaz afirma que “educar é conduzir a juventude à sua plenitude”.

Intercâmbio

Rückert irá para Portugal por meio de uma viagem institucional pela Rede Sinodal, e tem a vontade de entender como é o ensino em Portugal, que tem números muito bons no Programa Internacional de Avaliação dos Estudantes.

Além deste assunto, o principal ponto deste congresso é achar pessoas qualificadas para serem professores e pessoas que querem ser professores. “O grande objetivo com a viagem é entender como funcionam as escolas lá e Hubs de inovação, buscando exemplos para serem aplicados no Rio Grande so Sul”, destaca.

Acompanhe a entrevista na íntegra 

Acompanhe
nossas
redes sociais