Fornari projeta mudança de local do INSS até o final de fevereiro

CÂMARA DE LAJEADO

Fornari projeta mudança de local do INSS até o final de fevereiro

Vereador do PP e engenheiro de projetos especiais revelou expectativa durante a primeira sessão do ano, nesta terça-feira, 6. Inauguração oficial está prevista para março

Por

Atualizado quarta-feira,
07 de Fevereiro de 2024 às 06:07

Fornari projeta mudança de local do INSS até o final de fevereiro
Sessão desta terça-feira, 6, foi a primeira do cronograma de 2024 (Foto: Henrique Pedersini)
Lajeado

Em fase final de construção, a nova sede do Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), em Lajeado, deve ser ocupada ainda neste mês de fevereiro. A projeção foi feita pelo vereador do PP e engenheiro de projetos especiais do governo, Isidoro Fornari Neto, durante a primeira sessão ordinária de 2024, nesta terça-feira, 6.

Conforme Fornari, na última semana, representantes da Superintendência-Sul do INSS vistoriaram o novo prédio, que fica na rua Júlio May, em um espaço onde era a Praça Mário Lampert, no Centro. “Todo mundo ganha com isso, o HBB, os pacientes, funcionários do INSS com a qualidade do prédio. Isso vale a pena ser vereador e aprovar projeto dessa magnitude”, analisa.

A nova construção é resultado de uma parceria entre a Prefeitura de Lajeado, o Hospital Bruno Born (HBB) e o INSS. A prefeitura de Lajeado cedeu o terreno para a construção da nova sede; em troca, o HBB receberá o atual prédio do INSS que fica ao lado do hospital (na esquina da Avenida Benjamin Constant com a Rua Saldanha Marinho); e depois o município receberá em serviços do HBB o equivalente ao valor investido. A ocupação pelo HBB da atual sede da previdência permite a expansão do hospital.

Contratações temporárias autorizadas
Os únicos dois projetos aprovados na primeira sessão do ano, autoriza o Executivo a contratar profissionais para atender demandas na área de educação. Votados por meio de acordo entre as bancadas, as propostas permitem que o governo nomeie, de forma temporária, seis professores de matemática, ciências, português e história, todos para os anos finais. Além disso, poderão ser contratados dois monitores de creche e um auxiliar de biblioteca.

Fornari ainda anunciou aporte de R$ 700 mil para exames e cirurgias eletivas que diminuam a fila de espera do município.

Ano novo, reclamações velhas
A obra na ERS-130 próximo da BRF e a construção das rotatórias entre os bairros Florestal e Montanha, voltaram a gerar críticas pela demora e aditivos ao contrato inicial. Sérgio Kniphoff (PT) pediu argumentos mais convincentes do Executivo para os valores adicionais na trincheira feita no bairro Moinhos. “As explicações não servem”, define.

Outra obra que rendeu apontamentos foi a reforma na prefeitura. Márcio Dal CIn (PSDB) citou os aditivos inseridos para formatação do projeto arquitetônico em 2019 e 2023. Nas duas oportunidades, a mesma empresa foi a responsável pelo serviço.

A falta de manutenção em vias públicas, limpeza de terrenos e a ausência de secretários municipais nas sessões da câmara também renderam apontamentos.

Alex Schmitt  e Deoli Gräff, ambos do PP, reiteraram as ações da comissão de Obras e Serviços Públicos para criar e encaminhar ao Executivo um relatório com sugestões de melhorias para o estacionamento rotativo. O governo indicou que Mozart Lopes (PP) segue como o representante da situação no Legislativo para 2024.

A próxima sessão ocorre na quinta-feira, 15, em função do Carnaval.

Acompanhe
nossas
redes sociais