Dez casos confirmados de dengue alertam autoridades

VALE DO TAQUARI

Dez casos confirmados de dengue alertam autoridades

Pessoas infectadas são de Lajeado, Estrela, Muçum, Westfália e Nova Bréscia. Municípios da região apresentam mais de 50 casos suspeitos

Por

Dez casos confirmados de dengue alertam autoridades
No último LIRAa feito em Lajeado, foram visitados 2.260 imóveis, e coletadas 125 amostras com a presença de larvas da espécie Aedes aegypti (Foto: Bianca Mallmann)
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Mais quatro casos de dengue foram confirmados em Lajeado, e outro em Muçum. No Vale do Taquari, são pelo menos dez pessoas positivadas para a doença neste ano. Municípios também apresentam altos índices de transmissão da dengue, o que coloca autoridades em alerta.

Em Lajeado, são cinco pessoas infectadas, dos bairros Igrejinha (2), Planalto (1), São Bento (1) e Jardim Botânico (1). Ainda há 33 suspeitos que aguardam exame na cidade. O caso de Muçum foi confirmado na quinta-feira, 1º. Em Estrela, são dois confirmados em janeiro e 20 suspeitos. Também há casos confirmados em Westfália e Nova Bréscia, mas que foram contraídos fora das cidades. Apesar do alto índice de larvas também em Encantado, não há casos positivos no município.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Ambiental de Lajeado, Catiana Lanius, no mesmo período do ano passado, não havia casos confirmados da doença no município. Além disso, o índice de infestação neste ano é superior ao do mesmo período de 2023, aumentando de 3,8% para 4,4%.

“As condições climáticas, como a incidência do fenômeno El Niño, aumentam a incidência de chuvas e agravam ainda mais a situação, pois favorecem a proliferação do vetor”, destaca Catiana. Resquícios das enchentes foram outros agravantes.

Alto índice

Para avaliar a densidade do mosquito transmissor da doença, é feito a cada três meses o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa). O último levantamento foi feito entre os dias 22 e 26 de janeiro no município e revelou situação preocupante.

Nesta edição do LIRAa, foram visitados 2.260 imóveis. A equipe responsável coletou 125 amostras com a presença de larvas da espécie Aedes aegypti, encontradas em 100 imóveis, sendo 95% residenciais.

“O índice foi considerado alto, então temos grandes chances de transmissão de dengue aqui no município. Diante deste cenário, toda a saúde reforça suas ações de combate”, ressalta Catiana.

Ainda, foram encontrados focos em 24 dos 27 bairros de Lajeado. Os que mais apresentaram focos do mosquito foram Campestre (14 focos) e São Cristóvão (13 focos).

“É fundamental que a população esteja ciente da gravidade da situação e disposta a colaborar. Só adotando as medidas de prevenção a gente consegue proteger a nossa saúde e a saúde de toda a comunidade”, alerta.

Atenção ao sarampo

A confirmação de um caso de sarampo importado no Estado, diagnosticado no final de 2023, também preocupa a Secretaria de Saúde de Lajeado. A pasta reforça a recomendação da vacina tríplice viral contra sarampo, rubéola e caxumba.

A vacina é oferecida de forma gratuita pelo SUS nos postos de saúde, e deve ser feita em crianças aos 12 meses de vida. A segunda dose é aplicada aos 15 meses. Em adultos com até 29 anos que não foram imunizados, a vacina da tríplice viral deve ser aplicada também com duas doses. Já os adultos de 30 a 59 anos de idade devem receber apenas uma dose.

Após o registro dos últimos casos de sarampo em 2015, o Brasil recebeu em 2016 a certificação da eliminação do vírus. Nos anos de 2016 e 2017 não foram confirmados casos da doença. No entanto, em 2018, o vírus voltou a circular e, em 2019, o Brasil perdeu a certificação de “país livre do vírus do sarampo”, e novos surtos da doença foram registrados.

Números no Vale

  • Roca Sales
    Confirmados: 0
    Suspeitos: 3
  • Muçum
    Confirmados: 1
    Suspeitos: 0
  • Westfália
    Confirmados: 1
    Suspeitos: 0
  • Estrela
    Confirmados: 2
    Suspeitos: 20
  • Lajeado
    Confirmados: 5
    Suspeitos: 33
  • Nova Bréscia
    Confirmados: 1
    Suspeitos: 0

Acompanhe
nossas
redes sociais