Construção de cinco casas visa retirar famílias da área de risco em Nova Bréscia

PREVENÇÃO

Construção de cinco casas visa retirar famílias da área de risco em Nova Bréscia

Residências são destinadas para cinco famílias que viviam em área de risco e preservação permanente

Por

Construção de cinco casas visa retirar famílias da área de risco em Nova Bréscia
No terreno serão erguidas cinco casas de 42 metros quadrados e avaliadas em R$ 92 mil cada uma (Foto: Matheus Giovanella Laste)
Nova Bréscia
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Foram iniciadas na semana passada as obras de construção de cinco casas populares em Nova Bréscia, junto ao loteamento Vida Nova. O terreno pertence ao governo municipal e será usado para abrigar cinco famílias que deverão desocupar suas residências localizadas muito próximas do Arroio Bom Princípio, que é considerado uma área de preservação permanente (APP), além de ter sido considerada de risco para os moradores.

Conforme o prefeito Angelo Barbieri, o projeto se fez necessário após uma vistoria da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) e Patrulha Ambiental (Patram). “Em vez de pagar aluguel optamos por construir essas cinco moradias, com 42 metros quadrados cada uma. Queremos terminar o mais breve possível. Acredito que, no máximo, em quatro meses conseguimos entregar às famílias”, reforça o gestor.

Foram diversas tratativas, prestações de esclarecimentos e informações até que em uma reunião entre a Administração e a Promotoria de Justiça de Arroio do Meio, em junho de 2023, ficou determinado que o município podia seguir com as obras. Ainda no ano passado foi realizada licitação na modalidade Tomada de Preços e a empresa de Encantado, Realle Arquitetto, foi a vencedora.

Cada casa custará R$ 92 mil, com dois quartos, área de serviço, banheiro, cozinha e sala. São cerca de 20 pessoas entre as cinco famílias. Segundo o prefeito, inicialmente a ideia de sair de suas residências não foi bem-vista. “São moradores que estão ali há muitos anos. Mas após o pedido da promotoria de retirada e realocamento, eles entenderam que era uma necessidade. Agora terão uma casa bem melhor, de alvenaria, com laje e claro, em local seguro”, salienta Barbieri.

Pavimentação em Estefânia

O prefeito também adiantou que a obra de asfaltamento do trecho da estrada em Linha Estefânia inicia hoje, 30. Ontem, 29, ele e demais autoridades se reuniram com Darci Giovanella, proprietário da Empresa Giovanella, que é a responsável pela obra de pavimentação. Serão três quilômetros de asfalto na comunidade com previsão de entrega para agosto ou setembro. Angelo destaca que é uma obra importante na localidade, em especial porque futuramente deve ser ampliada para proporcionar pavimento até Capitão.

Acompanhe
nossas
redes sociais