“Sempre precisamos de pessoas. Não há como desenvolver um negócio sozinho”

Lajeado

“Sempre precisamos de pessoas. Não há como desenvolver um negócio sozinho”

Advogado, empresário, ex-presidente do INSS e ex-secretário da justiça do RS, Mauro Luciano Hauschild relembra sobre trajetória profissional. Além do direito, destaca a abertura do frigorífico Peixe de Sanga, que ocorre nesta quinta-feira, 14

Por

“Sempre precisamos de pessoas. Não há como desenvolver um negócio sozinho”
Inauguração do frigorífico Peixe da Sanga, localizado em Bom Retiro do Sul, ocorre nesta quinta-feira. (Foto: DAVID TIRP)
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

“A base para tudo que alcancei é minha família. Sempre deixaram como legado a importância do balanço de dedicação e trabalho, e o diferencial da educação como porta de entrada para oportunidades”. Com o incentivo, Mauro Luciano Hauschild alavancou a carreira profissional. Hoje, além da atuação no Direito, tem o próprio
negócio no ramo da piscicultura.

Advogado, empresário, ex-presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e ex-secretário da justiça do Estado foi o convidado desta segunda-feira, 11, de “O Meu Negócio”, programa multiplataforma do Grupo A Hora. Na ocasião, lembrou das graduações em Matemática pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs), Direito na UniRitter, além da pós-graduação e mestrado.

Com o primeiro emprego aos 12 anos, iniciou como jornaleiro. Antes da graduação, trabalhou em uma fábrica de calçados em Bom Retiro do Sul. Na universidade, foi bolsista e, então, iniciou no serviço público. Atuou como professor do Estado por dois anos, seguido do trabalho por três anos do Ministério do Exército e cinco anos no Ministério Público.

Hauschild acrescenta que fez parte da Advocacia Geral da União de 2003 até 2020, quando passou a atuar na advocacia privada. Hoje, além de sócio da Mauro Hauschild Advogados Associados, é proprietário do frigorífico Peixe da Sanga, localizado em Bom Retiro do Sul.

A inauguração oficial do empreendimento será nessa quinta-feira, 14. Além da celebração, haverá a assinatura do ato de aprovação do Sistema de Inspeção Municipal (SIM), abertura do Seminário de Previdência e Pescaria, do centro de formação do Instituto de Formação e Desenvolvimento Educacional (IFDE) e do polo da Faculdade
Associação Nacional dos Servidores Públicos da Previdência e da Seguridade Social (Anasps).

DICA DE LIVRO

Os 7 princípios da persuasão

Nos momentos decisivos da vida, os resultados geralmente são determinados não apenas por ações, mas também por palavras. Dizer a coisa certa da melhor maneira faz a diferença entre fechar o negócio ou perder o cliente, progredir na carreira ou sofrer um rebaixamento. Em Os 7 princípios da persuasão, o treinador de mídia Bill McGowan mostra como criar a mensagem certa.

 

 

 

 

ENTREVISTA

MAURO LUCIANO HAUSCHILD • Advogado, empresário, ex-presidente do INSS e ex-secretário da justiça do RS

“Sempre busquei entender o processo dos serviços”

Rogério Wink: O que é o Peixe da Sanga?

Mauro Hauschild: É o frigorífico que sou dono, em Sanga Funda. A marca em si já existe há bastante tempo, trabalho com psicultura tem alguns anos, mas o novo empreendimento será apresentado essa semana. Antes,
fazíamos a venda do peixe para outros frigoríficos, mas a margem de retorno financeiro não estava sendo vantajosa. Pesquisamos sobre empreendimentos desse porte e chegamos a conclusão que era um investimento que vale a pena. O frigorífico terá capacidade de abater 200 toneladas de peixe por ano, o que pode gerar um
bom resultado para nós enquanto empresa, além da geração de empregos.

Wink: Como é a nova estrutura?

Hauschild: Utilizamos o modelo de tanques escavados, que tem uma estrutura maior com escala de abate de uma tonelada de peixe por dia. Como ainda não temos essa capacidade, fizemos um tanque reserva com cinco separações para a pesca semanal. Assim, a produção é mais eficaz e com controle mais assertivo. Para a produção, buscamos os alevinos, que são peixes pequenos, em Fazenda Vilanova, e compramos a ração de terceiros. Alimentamos eles até que seja o momento do abate. A partir disso, todo o processo é feito na estrutura. Inclusive, toda a produção do filé de peixe é feita manualmente.

Wink: A comercialização será feita de que maneira?

Hauschild: A ideia inicial é comercializar o peixe em Bom Retiro. Temos apenas inspeção municipal, assim só podemos vender aqui. Entre os planos futuros, vamos discutir com a prefeitura sobre merenda escolar. Peixe tem
nutrientes importantes para o processo de alimentação das crianças.

Wink: Você ainda atua na área da advocacia. Como está hoje?

Hauschild: Hoje temos o escritório em Bom Retiro, que me comunico com advogados no cotidiano. Possuímos uma sede em Porto Alegre, um escritório de representação em São Paulo e uma sócia na área de marcas e patentes no Rio de Janeiro. Ainda há, em Brasília, o nosso maior escritório, com seis advogados distribuídos
em duas unidades. Ao todo são dez profissionais. Os clientes são grandes empresas, entidades associativas e sindicais e também temos trabalhado bastante para advogados.

Wink: Qual sua relação com o instituto de desenvolvimento profissional?

Hauschild: É uma parceria com a Anasps. Sou advogado da instituição há quase dez anos. Quando comecei a trabalhar com ela, auxiliei a conceber uma faculdade. Nesse centro de ensino, há graduação de Pedagogia e um
tecnólogo em Gestão Pública. Por um tempo, o foco foi para estruturas associativas, mas percebemos que não tinha como ficar preso nesse meio. Então, surgiu a parceria para que trouxéssemos a faculdade para a sociedade,
nesse caso, servidores públicos. A abertura do polo na região contará com meu envolvimento direto, principalmente no curso de Gestão Pública.

Acompanhe
nossas
redes sociais