Padre Marino morre aos 86 anos em Mato Leitão

OBITUÁRIO

Padre Marino morre aos 86 anos em Mato Leitão

Atualmente, era auxiliar em paróquias. Velório ocorre a partir das 16h desta quarta-feira, 6, no Necrotério Paullus de Mato Leitão

Por

Atualizado quarta-feira,
06 de Dezembro de 2023 às 15:20

Padre Marino morre aos 86 anos em Mato Leitão
Imagem: Divulgação / Paróquia
Mato Leitão
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Morreu nesta quarta-feira, 6, aos 86 anos, o padre Marino Bohn. Durante sua trajetória, desenvolveu diversos trabalhos em Mato Leitão, além de outras cidades e estados.

Atualmente era auxiliar na Paróquia Santa Inês. Trabalho que também executava em outras igrejas quando chamado. Rezava missas, fazia enterros e, principalmente, visitava famílias e enfermos.

Os atos fúnebres do padre Marino Bohn serão realizados em Mato Leitão. O velório ocorre a partir das 16h desta quarta-feira, 6, no Necrotério Paullus de Mato Leitão.

Na quinta, às 7h, o corpo será transladado para a Igreja Matriz Santa Inês onde ocorrem as últimas orações e a Santa Missa presidida pelo bispo diocesano Dom Aloísio Alberto Dilli, às 9h.

Em seguida, o corpo segue para sepultamento no cemitério da localidade. O bispo Dom Aloísio manifestou solidariedade aos familiares e ao clero de Santa Cruz do Sul pela partida.

Confira nota da Paróquia de Mato Leitão 

Hoje Pe. Marino teve sua Páscoa: foi conhecer o Pai, Aquele a quem fazia conhecer. Homem de uma imensa e profunda espiritualidade. De um olhar carinhoso aos doentes e nescecitados, preocupado em levar solidariedade aos enlutados e sempre disponível na visita às famílias. Deixa um exemplo de gentileza e carisma de bondade e acolhida. Será lembrado pela sua sabedoria e histórias. Foi-se encontrar com “papai e mamãe”, como se referia ao falar dos pais, e a quem invocava em suas próprios momentos de fragilidade. Muito atento e carismático na celebração da Eucaristia a partir da realidade do povo sofrido, ao lado de quem se colocava e procurava refletir para promover a “vida em abundância”. Zeloso em viver o Sacramento do Perdão, procurava marcar presença na vida das pessoas, orientando, a quem quer que fosse, abertura ao caminho do Pai Misericordioso. Enfim, com a Bíblia e o terço na mão em suas orações diárias, atualizava as intenções de vida digna para todos, a partir dos familiares e amigos!

Acompanhe
nossas
redes sociais