“O que mais sinto falta é do buffet livre”, diz Leandro Peixoto

ENTREVISTA | FORA DE HORA

“O que mais sinto falta é do buffet livre”, diz Leandro Peixoto

Lajeadense que mora na Europa conta experiência de viajar pelo mundo

Por

“O que mais sinto falta é do buffet livre”, diz Leandro Peixoto
Foto: Arquivo pessoal
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

No programa Fora de Hora desta sexta-feira, 1º, uma conversa com o psicólogo, Leandro Peixoto que largou a profissão e o Brasil para conhecer o mundo. Atualmente, Peixoto está morando em Haia, a terceira maior cidade da Holanda. Trabalha em um hostel, trabalho não remunerado, e em troca ganha hospedagem e alimentação.

Das experiências, “peregrino”, podemos chamá-lo assim, já percorreu várias cidades e países e, cada lugar, novas culturas e oportunidades de conhecer pessoas e fazer novas amizades.

Peixoto começou a viajar em agosto deste ano, largou emprego em Porto Alegre, foi para Madri, Barcelona, Portugal, França e Itália. “Conheci muitos lugares Londres, Islândia. Poder conhecer novas culturas, pessoas, isso é maravilhoso”, conta.

Maiores dificuldades

Ele diz que a maior barreira encontrada foi o idioma. “Dependendo do lugar, o idioma é bem complicado. Os países que não falam muito o inglês como na França e Itália. Na França tive mais dificuldade, pois muita gente não fala o inglês e eu não falo francês. A experiência de ficar em hostel, conhecemos pessoas interessantes que fazem você mudar a perspectiva de vida”.

Quando indagado sobre a possibilidade de retornar ao Brasil, ele brinca. “É meio chato dizer isso, mas o que mais sinto falta é do buffet livre”, risos.

Os próximos destinos estão sendo estudados por ele. “Tenho um a dois meses para planejar para onde vou. Quero passar Natal e Ano Novo em Berlim com amigo e colega de faculdade. A vida na Europa é muito boa, segura, posso ir para qualquer lado e qualquer lugar com tranquilidade, a questão econômica, o que você pode fazer com salário mínimo na Europa nem se compara com o Brasil”, finaliza.

Ouça a entrevista na íntegra

Galeria

Foto: Arquivo pessoal

Acompanhe
nossas
redes sociais