Departamento de Trânsito busca alternativa para remoção de veículos abandonados

ARROIO DO MEIO

Departamento de Trânsito busca alternativa para remoção de veículos abandonados

Carros atingidos pela inundação ficaram estacionados em muitas ruas do centro da cidade

Por

Atualizado sexta-feira,
01 de Dezembro de 2023 às 11:00

Departamento de Trânsito busca alternativa para remoção de veículos abandonados
Condições de muitos veículos chama atenção. Na rua Marechal Floriano Peixoto um tempra permanece parado desde setembro (Foto: Gabriel Santos)
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Após duas enchentes históricas, muitos moradores da área central se separam com uma nova paisagem urbana: os veículos abandonados.

São dezenas de carros em diversos pontos. Um deles na rua Marechal Floriano Peixoto, um tempra sem portas e muito danificado permanece estacionado na rua desde setembro. Entre outras situações destacam-se aqueles desprovidos de portas ou submersos a ponto de se tornarem inutilizáveis.

O coordenador do departamento de Trânsito, Alex Sandro Theves, destaca que dezenas desses veículos foram contabilizados, mas lamentavelmente, uma solução imediata ainda não está à vista.

Os impactos iniciais já foram sentidos durante a primeira inundação, quando a água atingiu revendas locais, resultando em danos irreversíveis a alguns veículos que permanecem agora nas ruas. Nos bairros Navegantes, São José e Tiradentes, moradores, em situações isoladas, viram-se obrigados a abandonar seus automóveis, presos em áreas de difícil acesso.

Tenente responsável pelo comando da Brigada Militar em Arroio do Meio, Ângelo Frick Lau, esclarece que, mesmo diante de veículos com documentação atrasada, a remoção só é possível se estiverem ocupando vias públicas ou locais inadequados. Em vagas de estacionamento, a intervenção fica limitada.

Contudo, a problemática persiste, com muitos veículos danificados ocupando espaços nas vias públicas.

A orientação aos moradores ou até comerciantes que se incomodam com a situação é que busquem o contato direto de proprietários. Dessa forma, pode haver um acordo para retirada do veículo.

Acompanhe
nossas
redes sociais