Primeira turma  conclui curso e RUMO prepara nova etapa

VALE DO TAQUARI

Primeira turma conclui curso e RUMO prepara nova etapa

Evento ontem, no auditório do Tecnovates, marcou a formatura de 17 alunos na capacitação ofertada pelo projeto. Agora, se volta para a requalificação dos trabalhadores, a partir de nova pesquisa

Por

Primeira turma  conclui curso e RUMO prepara nova etapa

Passada a cerimônia de ontem, com a formação da primeira turma de alunos, o projeto RUMO – O futuro da mão de obra na região se prepara agora a uma nova etapa. Mais estudantes serão selecionados para a capacitação. Também uma nova pesquisa será elaborada nos próximos meses junto ao mercado de trabalho.

A pesquisa, com foco no pertencimento e entendimento dos trabalhadores sobre a necessidade de profissionalização, tem por objetivo contribuir com a requalificação da mão de obra atualmente empregada no Vale. A coleta de dados para o estudo inicia ainda este ano, por parte da empresa Macrovisão. A divulgação será em 2024.

Em paralelo, o projeto continuará em evidência nas plataformas do Grupo A Hora, por meio de reportagens especiais, debates e boletins para o rádio e também a veiculação de conteúdos nas mídias digitais.
Segundo o diretor de Mercado e Estratégia do A Hora, Fernando Weiss, o RUMO está atento aos movimentos da sociedade e, ao longo do tempo, pode se adaptar às necessidades que o mercado impõe.

“Vamos fazer um novo levantamento em 2024, uma nova rodada de pesquisas para entender como as organizações e empresas estão treinando as pessoas, e em que constância e formato. E também como os profissionais estão se treinando. Temos uma única certeza: precisamos nos qualificar o tempo todo”, afirma.

Aulas e visitas

O auditório do Tecnovates foi palco da formatura da primeira turma do RUMO na noite de ontem. Ao todo, 17 dos 20 alunos que iniciaram o curso concluíram a capacitação para o mercado de trabalho. São estudantes de escolas públicas de Lajeado e Estrela, de seis diferentes instituições de ensino.

O curso teve pouco mais de quatro meses de duração. Foram 20 encontros nas tardes de segunda-feira, divididos entre aulas presenciais na Faculdade La Salle, em Estrela, e visita de campo às empresas e instituições parceiras do projeto, como a Tomasi Logística, a Construtora Diamond e a Univates.

Conforme o jornalista e radialista Fabiano Conte, coordenador do projeto e professor do curso, os jovens aprenderam sobre comunicação, comprometimento, controle emocional e ética durante as aulas presenciais.

Ao todo, 17 jovens concluiram a qualificação, que contou com encontros semanais nas segundas-feiras. (Foto: FELIPE NEITZKE)

Aprendizados

Estudante do Colégio Estadual Castelo Branco, a jovem Manuela Marchant destaca os aprendizados adquiridos ao longo do curso. Ela nota uma clara evolução desde maio, quando iniciaram as aulas do RUMO.

“Um aspecto que me chamou muito atenção foi a melhora na nossa comunicação. A maioria dos alunos eram muito tímidos, sem aquela facilidade de falar em público”, recorda a estudante, que destaca a visita às empresas como um ponto importante do processo. “Pudemos entender como se portar em entrevistas para que o empregadores nos escolham”.

Já a estudante da Escola Nicolau Müssnich, Brenda Storch, comenta que iniciou o curso após ouvir comentários positivos de amigos. Na época, trabalhava em um supermercado de Estrela. Agora busca se recolocar no mercado de trabalho. “O curso me ajudou a desenvolver a fala, a como se portar em entrevista e a fazer o currículo de forma correta. Antes eu fazia totalmente o contrário”.

Facilitar o desenvolvimento

Diretor do Dale Carnegie Vale do Taquari, Gabriel Garcia frisa que, quando mais cedo possibilitarem aos adolescentes o acesso ao conhecimento, mais facilitado fica o desenvolvimento deles para o mercado de trabalho. “É a garantia de que teremos uma mão de obra qualificada. É uma escolha de profissão mais assertiva no futuro. Acreditamos muito nisso”, pontua.

Na mesma linha, o diretor da Rhodoss, Nilto Scapin destaca que esses jovens serão “o futuro do Brasil” e, por isso, é necessário fazer com que cheguem cada vez mais preparados ao mercado de trabalho.

“Essa primeira turma é um passo inicial para despertar outros jovens. A vivência, o aprendizado faz com que enxerguem de formas diferentes as oportunidades existentes. E nós, empresários, temos que estar atentos ao mercado como um todo”, frisa.

Importância do projeto

Representante da Sicredi Integração RS/MG, Sandra Piovesani elogiou a iniciativa do Grupo A Hora e lembra que a cooperativa, pela atuação em prol do desenvolvimento da comunidade, buscou apoiar o projeto RUMO.

“Esses jovens são o futuro do trabalho, são as pessoas que estarão, daqui um tempo, batendo na porta das e,presas em busca de trabalho. Que bom que empresas se uniram em prol de um bem, que é ter jovens mais qualificados chegando ao mercado”, pontua.

Anfitriã da cerimônia de ontem, a reitora da Univates, Evania Schneider, também saudou a iniciativa, ao lembrar também do papel da universidade na formação de mão de obra e cita que estão em constante atualização para verificar as carências do mercado.

“Entender o que o mercado busca, o que as organizações pensam é um caminho fundamental para que possamos preparar nossos jovens. É um projeto que veio para ficar e ficamos felizes em fazer parte”, reitera.

SOBRE O RUMO

  • O projeto Rumo – o futuro da mão de obra na região foi lançado em 2021. A primeira ação foi apurar o que pensam os jovens e os empresários sobre as relações de trabalho;
  •  Para tanto, a empresa Macrovisão ouviu 206 empresários e 604 estudantes do Ensino Médio. Um dos dados que chamaram a atenção foi o comprometimento. De um lado, os estudantes acham que estão comprometidos e aptos à vida profissional. Os gestores pensam exatamente o contrário; 
  • O conteúdo programático da capacitação teve como base a pesquisa, resumida em 32 páginas de um suplemento especial produzido e veiculado pelo Grupo A Hora; 
  • Os resultados também foram levados a estudantes, empresários e gestores. Nisso, o Grupo A Hora assumiu o compromisso de colaborar efetivamente com a formação de jovens, o que resultou no RUMO
  • Programa de Preparação de Jovens para o Mercado de Trabalho; 
  • A primeira turma, com estudantes de escolas públicas iniciou o curso de qualificação em maio e concluiu neste mês.

Acompanhe
nossas
redes sociais