Doações para entidades atingidas já podem ser feitas pelo aplicativo “Adote um Amanhã”

ENCHENTE

Doações para entidades atingidas já podem ser feitas pelo aplicativo “Adote um Amanhã”

Ferramenta viabiliza que pessoas que estão distantes e querem doar tenham confiança no destino correto dessa doação

Por

Atualizado sexta-feira,
06 de Outubro de 2023 às 17:13

Doações para entidades atingidas já podem ser feitas pelo aplicativo “Adote um Amanhã”
Foto: divulgação
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Entidades e instituições atingidas pela enchente no Vale do Taquari ou que faça atendimento das vítimas já podem receber doações por meio do aplicativo “Adote um Amanhã”.

Desenvolvida pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul (MPRS), por meio da Promotoria da Infância e Juventude de Porto Alegre, juntamente com Pontifícia Universidade Católica do RS (PUCRS), Associação dos Usuários de Informática e Telecomunicações do RS (Sucesu-RS) e GX2 Tecnologia, a ferramenta foi criada com o objetivo de atender as necessidades de crianças e adolescentes do acolhimento institucional de Porto Alegre.

Após as enchentes, o aplicativo foi adaptado para ser utilizado nas doações de móveis, eletrodomésticos e o que mais as instituições necessitarem.

Conforme o promotor de Justiça Regional da Bacia do Rios Taquari-Antas, Sérgio Diefenbach, que está a frente das ações do MPRS em relação às enchentes e seus desdobramentos, escolas, delegacias, instituições de acolhimento, associações de bairro, instituições para idosos, projetos comunitários e ONGs são exemplos de locais que poderão se cadastrar elencando suas necessidades.

Por outro lado, pessoas ou empresas que tiverem interesse poderão acessar e concretizar as doações, com a anuência do MPRS. “Da mesma forma que já funcionava com os abrigos de Porto Alegre, a ideia é fazer a aproximação de quem precisa com quem pode atender a essas necessidades”, explica o promotor.

As entidades e instituições que se cadastrarem passarão pela chancela do Ministério Público para receberem as doações. “Nossa função é o gerenciamento e a aprovação do encontro entre o doador e a entidade”, conta Diefenbach, ressaltando que o aplicativo viabiliza que pessoas que estão distantes e querem doar tenham confiança no destino correto dessa doação.

A ferramenta está disponível para Android e IOS e pessoas físicas e jurídicas podem acessar informações sobre as necessidades dos atingidos pelas enchentes.

Acompanhe
nossas
redes sociais