Estado faz reunião com empresas do Vale para reconstruir economia

CHEIA DO TAQUARI

Estado faz reunião com empresas do Vale para reconstruir economia

Encontro foi promovido pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico, e contou com a participação de representantes de entidades e de instituições bancárias

Por

Estado faz reunião com empresas do Vale para reconstruir economia
A pauta principal do encontro foi a condução das medidas para reconstrução da economia do Vale do Taquari (Foto: Taís Teixeira / Divulgação)
Vale do Taquari

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec) promoveu uma reunião na manhã de terça-feira, 3, para falar sobre ações de apoio às empresas do Vale do Taquari, afetadas  pelas enchentes. A pauta principal do encontro foi a condução das medidas para reconstrução da economia do Vale do Taquari e a reestruturação das empresas.

Coordenada pelo secretário da Sedec, Ernani Polo, a atividade teve a participação de lideranças das associações comerciais e industriais, das empresas dos municípios de Arroio do Meio, Encantado, Lajeado e Roca Sales e dos representantes dos bancos Caixa Econômica Federal, Banrisul, Banco do Brasil e Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). Por videoconferência, participaram o subsecretário da Receita Estadual, Ricardo Neves, e assessores da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

O encontro começou com a apresentação do panorama das empresas e entidades, e descrição dos encaminhamentos feitos pelos bancos. O diretor da Sedec, Leandro Evaldt, e o diretor adjunto, Roger Pozzi, relataram o trabalho do Gabinete Itinerante, coordenado pela secretaria e que teve apoio da Junta Comercial do RS, do Sebrae-RS e das associações comerciais, que ao longo de uma semana esteve em diferentes municípios para orientar os empreendedores e levantar demandas.

Para o secretário Ernani Polo, o objetivo do encontro de hoje foi alinhar todas as pontas e fazer uma grande operação para apoiar os empreendedores da melhor forma possível. Polo afirma que já existem ações delineadas e novas podem surgir conforme a necessidade, sempre atento a todos os portes de negócios da região.

“Tratamos micro, pequenas e grandes empresas com a mesma intensidade. Estamos nos empenhando por todos, buscando condições viáveis e suportáveis para alcançarmos uma recuperação mais rápida”, ressaltou. Polo sinalizou que novas reuniões com o governo federal devem ocorrer para buscar medias mais imediatas. “Existem deliberações que estão na esfera federal, mas vamos continuar fazendo a nossa parte para acelerar a implementação de medidas”, disse.

O subsecretário da Secretaria da Fazenda, Ricardo Neves, reforçou a fala de Polo, e explicou que serão identificados os casos de maior gravidade para, de forma específica, oferecer meios mais céleres para ajudar às empresas, mantendo assim atividades e empregos.

O assessor da Febraban, Adriano Tomo, destacou que foi importante conhecer a expertise dos representantes de bancos, pois eles podem fornecer mais informações sobre as alternativas em debate. Tomo também se colocou à disposição para repassar as propostas para as instituições que não estavam na reunião, para que possam se juntar às ações de apoio.

Polo agradeceu a inciativa da federação em levar para outras entidades a situação do Vale do Taquari e salientou que é preciso trabalhar em diversas frentes, nas diferentes esferas de governo, com empresas públicas e privadas, para que o projeto de reconstrução dos municípios e recuperação da economia sejam efetivos.

Acompanhe
nossas
redes sociais