“Casas levadas pela cheia não podem ser construídas no mesmo lugar”, avalia Jairo Valandro

ENTREVISTA | CONEXÃO REGIONAL

“Casas levadas pela cheia não podem ser construídas no mesmo lugar”, avalia Jairo Valandro

Presidente do Sinduscom-VT detalha situação da construção civil após enchente

Por

“Casas levadas pela cheia não podem ser construídas no mesmo lugar”, avalia Jairo Valandro
Jairo Luís Valandro, presidente do Sinduscom-VT (Foto: Rodrigo Gallas)
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Em entrevista ao programa Conexão Regional, da Rádio A Hora, 102,9, presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Civil do Vale do Taquari (Sinduscon-VT), Jairo Luis Valandro, fala sobre cenário da construção civil após cheia.

Região conta com aproximadamente 4,8 mil profissionais registrados, e em Lajeado esse número ultrapassa os 3,6 mil. Segundo Valandro, escassez de mão de obra é realidade na região. “Há bastante tempo enfrentamos déficit de mão de obra. As vagas estão disponíveis, porém não conseguimos preenchê-las.” afirma.

Devido às inundações, Sinduscon-RS planeja reconstrução de moradias temporárias em Roca Sales e Muçum, o que aumentará ainda mais a necessidade de profissionais da construção civil na região.

Assista a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais