Escola Construindo o Saber de Arroio do Meio retoma atividades sexta-feira

CHEIA DO TAQUARI

Escola Construindo o Saber de Arroio do Meio retoma atividades sexta-feira

Localizada no bairro Navegantes, atende 140 alunos da pré-escola até o 5º ano do Ensino Fundamental

Por

Escola Construindo o Saber de Arroio do Meio retoma atividades sexta-feira
Foto: Gabriel Santos
Arroio do Meio
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A Secretaria de Educação anunciou a retomada das aulas na Escola Construindo o Saber, localizada no bairro Navegantes. O objetivo, conforme o comunicado, é de minimizar os prejuízos na educação das crianças após as recentes inundações.

A escola, situada na Rua Osvaldo de Oliveira, atende 140 alunos da pré-escola até o 5º ano do Ensino Fundamental.

No comunicado, a Secretaria reforça a importância de que as crianças que não puderem retornar às escolas comuniquem a direção. Nos últimos dias, uma força-tarefa com o apoio do Exército realizou a limpeza do local. A água atingiu todas as seis salas de aula, o parque infantil e outras áreas da escola.

Conforme o prefeito Danilo José Bruxel, a doação de móveis e auxílio de empresas, permitiu a limpeza e montagem das salas de aula em tempo recorde e com isso foi anunciada a retomada do atendimento às crianças. A decisão foi tomada em conjunto com professores e pais. “Vamos atender as crianças no mesmo espaço. Ainda há reparos em andamento, uma vez que a água danificou materiais didáticos e equipamentos eletrônicos”.

O prefeito considerou, inicialmente, a possibilidade de realocar as crianças em quatro novas salas de aula construídas na Barra da Forqueta. No entanto, essa opção foi descartada por enquanto.

Escola Atalaia

Alunos matriculados na Escola Atalaia também foram afetados pelas cheias. Houve perda de móveis, brinquedos e danos à estrutura física do prédio. Como solução temporária, a Secretaria disponibilizou um espaço junto à Escola Comunitária São Paulo para acolher as crianças.

Segundo a Secretaria, ainda não há previsão para o retorno das atividades na Escola Atalaia. As crianças permanecerão nesse espaço na Ecei São Paulo até que as reformas no prédio do Navegantes sejam concluídas. “Estamos buscando alternativas para que as crianças sejam atendidas e as famílias prejudicadas ao menos possam sentir algum alívio”, destacou a secretária Iliete Wink.

GABRIEL SANTOS

Acompanhe
nossas
redes sociais