Administração de Teutônia reforça pedidos por melhorias em rodovia

ERS-419

Administração de Teutônia reforça pedidos por melhorias em rodovia

Promessa do Daer era iniciar as obras na ERS-419 ainda em janeiro, após o anúncio de R$ 3 milhões para reparos ainda no ano passado. Risco de acidentes no trecho e sobrecarga no uso são os principais motivos das críticas

Por

Atualizado sexta-feira,
24 de Março de 2023 às 08:41

Administração de Teutônia reforça pedidos por melhorias em rodovia
Trecho com desmoronamento parcial é uma das maiores preocupações do poder público. Crédito: Jhon Willian Tedeschi
Teutônia

Uma das principais ligações entre Teutônia e Poço das Antas e via considerada estratégica para o escoamento da produção, a ERS-419 recebe muitas críticas pelo estado de conservação. O trecho com maiores problemas inicia no bairro Boa Vista e vai até a Linha Pontes Filho, onde são mais evidentes os buracos e pontos com desnível na pista.

A rodovia é de responsabilidade do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem (Daer) e teve o anúncio de R$ 3 milhões para investimento em melhorias em março do ano passado. A situação foi pauta da primeira reunião do G7, onde o superintendente da autarquia na região, Fabiano Pereira, foi questionado pelos gestores dos dois municípios.

Na oportunidade, ele explicou que problemas burocráticos, como a renovação do contrato com a empresa responsável, atrasou os serviços. A promessa era de iniciar a obra em janeiro, com prazo de entrega em três meses. No entanto, os trabalhos na estrada não iniciaram, o que intensifica a cobrança.

O secretário de Planejamento e Mobilidade Urbana de Teutônia, Pablo Chrestani, procurou pelo Daer e pela empresa indicada como responsável pela obra, a Construtora Giovanella. A resposta da estatal ao município é que ainda aguarda a liberação dos recursos e que a Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) prometeu a disponibilização ainda no mês de março.

A maior parte dos 15 quilômetros de extensão da rodovia pertencem a Teutônia, a partir do bairro Languiru, e incluem áreas com núcleos comerciais, postos de saúde e escolas. O asfalto foi implementado na ERS-419 em 1996 e apenas reparos pontuais foram feitos desde então. O Daer não encaminhou posicionamento à reportagem até o fechamento desta edição.

Insegurança na estrada

Nos três primeiros meses de 2023, foram cinco acidentes registrados na rodovia, com três feridos, conforme informações do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM). No ano passado, a corporação contabilizou 12 acidentes, com sete pessoas feridas.

Outro ponto de alerta é uma área com deslizamento, próximo ao campo do Cruzeiro, situação que o Daer avaliou em janeiro como não sendo de alto risco. “O deslizamento aumentou e é isso que nos deixa mais preocupados. Sinalizamos o local, porém ela sempre é retirada e temos que voltar lá para recolocar”, conclui o secretário.

Acompanhe
nossas
redes sociais