Câmara aprova criação de vagas de auditor fiscal

Legislativo de Lajeado

Câmara aprova criação de vagas de auditor fiscal

Projeto muda denominação e possibilita contratações para o cargo. Hoje, há três fiscais em desvio de função. Vereadores articulam sessão com bancada feminina no dia 7 de março

Por

Atualizado quinta-feira,
23 de Fevereiro de 2023 às 08:30

Câmara aprova criação de vagas de auditor fiscal
Crédito: Mateus Souza
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Os vereadores deram aval à proposta do governo que visa suprir o déficit de funcionários da Secretaria Municipal da Fazenda. Por 13 votos a 1, aprovaram o projeto de lei que muda a denominação do cargo de fiscal fazendário, que passa a se chamar auditor fiscal. Também autoriza a criação de mais duas vagas nesta área. Apenas Márcio Dal Cin (PSDB) votou contra.

A mudança na denominação atende a uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Ontem pela manhã, na reunião das comissões, o secretário Rafael Spengler esteve na câmara para prestar esclarecimentos. Hoje, existem 11 fiscais fazendários no Executivo, sendo que três deles desempenham funções em outros setores para atender necessidades do município.

Junto ao projeto, foi anexada uma emenda de Heitor Hoppe (PP), que inclui o curso de administração na escolaridade exigida. Pela proposta do governo, é obrigatória a formação de nível superior completo nos cursos de ciências contábeis, econômicas, atuariais ou jurídicas. A alteração também foi aprovada.

O fato de existirem auditores atuando em outras funções chamou atenção de Carlos Eduardo Ranzi (MDB), que também ressalta que o projeto não é muito claro sobre quantos estão em outros setores. Lembra, ainda, que já solicitou a contratação de mais fiscais para a pasta. Já Alex Schmitt (PP), que costuma ser contrário a criação de novos cargos, disse que irá “dar um voto de confiança” à Secretaria da Fazenda.

Também foi aprovada a disponibilização de um estagiário para auxiliar o Corpo de Bombeiros Militar de Lajeado na execução de serviços relativos aos Planos de Prevenção Contra Incêndios (PPCIs) no município.

Sessão feminina

Vereadores articulam para que a sessão no dia anterior ao 8 de março (Dia Internacional da Mulher) seja composta apenas por parlamentares do sexo feminino. Sérgio Kniphoff (PT) foi um dos que defendeu a ideia. “Fica aqui o desafio aos senhores vereadores para que abram mão do seu espaço nesta data”, pontua.

A presidente Paula Thomas (PSDB) também pediu a colaboração das demais bancadas para que possibilitem esse espaço. Porém, ressaltou que não se trata de uma imposição. Vale lembrar que hoje, a bancada feminina da câmara de Lajeado conta somente com ela e Ana da Apama (MDB).

Acompanhe
nossas
redes sociais