Linha Figueira prepara procissão fluvial de Navegantes

ESTRELA

Linha Figueira prepara procissão fluvial de Navegantes

Evento ocorre no domingo, 5, e deverá unir as comunidades de Estrela e Bom Retiro do Sul; imagem será transportada do Parque da Lagoa até a Barragem Eclusa

Por

Linha Figueira prepara procissão fluvial de Navegantes
Foto: Moises Rushel
Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

A Comunidade Nossa Senhora de Navegantes, de Linha Figueira, no interior de Estrela, realiza no domingo, 5 de fevereiro, a primeira edição da procissão fluvial de Navegantes. A celebração inicia com o transporte da imagem pelo Rio Taquari, saindo do Parque Municipal da Lagoa, em Estrela, até a Barragem Eclusa de Bom Retiro do Sul. Após, a imagem será conduzida por terra até a Comunidade de Linha Figueira, onde está programada uma missa seguida de almoço e reunião dançante.

Conforme o vice-tesoureiro da Comunidade de Nossa Senhora dos Navegantes de Linha Figueira, Sílvio Schilling, a intenção é criar uma nova tradição religiosa, unificando as comunidades do interior por meio da procissão fluvial de Navegantes. “Antigamente ocorria uma procissão terrestre, realizada entre Arroio do Ouro e Linha Figueira. No entanto, o nosso objetivo é criar um evento religioso maior, envolvendo toda esta região”, justifica.

A procissão fluvial será iniciada às 8 horas da manhã, com a saída das embarcações do Parque Municipal da Lagoa, em Estrela, seguindo pelo Rio Taquari até a Barragem Eclusa, em Bom Retiro do Sul. “Quando chegar em Bom Retiro do Sul, a imagem será conduzida em carreata até a comunidade de Linha Figueira, onde será celebrada uma missa. Após a celebração, ocorre um almoço, seguido de reunião-dançante”, convida Schilling. Os cartões estão à venda com os membros da comunidade.

A retomada da comunidade

A procissão fluvial de Nossa Senhora dos Navegantes é uma das ações pró-mobilização da comunidade de Linha Figueira. Sílvio Schilling revela que, durante uma década, a igreja ficou fechada, sem a realização de missas ou celebrações. “Agora faz quatro anos que retomamos as atividades, retomando as celebrações. Promovemos também uma reforma completa da igreja e do salão comunitário”, explica.

Com a criação da procissão, a Comunidade acredita que a atuação da igreja será fortalecida, especialmente com os moradores ribeirinhos, que irão participar diretamente da atividade. “Será um grande evento, estamos muito otimistas e entusiasmados com esta oportunidade. Convidamos toda a comunidade para participar e celebrar conosco a fé em Nossa Senhora dos Navegantes”, complementa o vice-tesoureiro da comunidade.

Acompanhe
nossas
redes sociais