Há 50 anos, a Rainha das Praias era eleita

Opinião

Raica Franz Weiss

Raica Franz Weiss

Há 50 anos, a Rainha das Praias era eleita

Por

Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 03

A rainha Jussara Maronês. Acervo NG

O V Concurso Rainha das Praias do Taquari ocorria em Triunfo e reunia 27 candidatas. O desfile das participantes estava organizado na chamada “Ilha da Praia de Triunfo”, um local onde seria possível avistar o encontro dos rios Taquari e Jacuí. Contudo, a chuva atrapalhou os planos de realizar o evento às margens d’água e foi transferido para o Clube Comercial Centenário.

No local improvisado, primeiro, desfilou a antiga corte, com a rainha Denise Athanásio. Em seguida, as candidatas entraram na passarela por ordem alfabética. O júri era presidido por João Baltezan Ferreira, representante do secretário estadual de Turismo, e elegeu como Rainha das Praias do Taquari a candidata de Muçum, Jussara Maronês. Para princesas, foram escolhidas Renata Maciel, de Lajeado, e Carmen Lúcia Johann, de Triunfo.

As outras candidatas eram: Rosangela Ilha e Silvana Fagundes (Bom Retiro do Sul), Leany Schneider (Cruzeiro do Sul), Iara Eidelwein e Rosa Maria Knecht (Estrela), Maria Albanus (General Câmara), Miriam Bohn, Renata Maciel e Silvia da Silva (Lajeado), Maristela Picoli e Silvia Gonzatti (Muçum), Araci Palósky e Oneide Bolsan (Roca Sales), Adélia Bitencourt, Dagmar Dornelles, Ivanise Ceroni, Cillaine Quadros e Maria Canion (São Jerônimo), Norma Araujo, Elizabeth Maia, Luiza Araujo, Margarida Zacharski, Marilisa Vaz, Sirley Pinheiro e Vânia Farias (Triunfo).


HÁ 20 ANOS

Duas décadas atrás, a Júlio de Castilhos era a rua mais valorizada de Lajeado. Naquela época, o aluguel de uma sala de 10m² oscilava entre R$ 3 mil a R$ 4 mil. Na Benjamin Constant, espaços com a mesma metragem custavam em torno de R$ 2 mil e, na rua Bento Gonçalves, o valor era de R$ 600.

Arquivo Municipal de Lajeado/O Informativo


Enquanto isso…

Crescimento do ensino privado – Vinte anos atrás, uma pesquisa do Ministério da Educação mostrava que as universidades privadas ultrapassavam as públicas em número de alunos. Em 1991, as faculdades públicas da USP (Universidade de São Paulo) e UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) estavam no topo do ranking, entretanto, em 2001, elas perderam o posto para as particulares Unip (Universidade Paulista) e Estácio de Sá, que tinham 81 mil e 60 mil alunos, respectivamente.

Em 2016, dados do MEC mostravam que, pouco mais de dez anos depois, a universidade brasileira com mais alunos era a Unopar (Universidade Norte do Paraná). Particular, ela tinha mais de 350 mil alunos, 95% deles matriculados em cursos EAD.

Acompanhe
nossas
redes sociais