Jornalista alerta para avanço silencioso e sorrateiro da China no Brasil

ENTREVISTA

Jornalista alerta para avanço silencioso e sorrateiro da China no Brasil

Rafael Fontana detalha aspectos do livro Chinobyl em entrevista à Rádio A Hora

Por

Atualizado terça-feira,
17 de Janeiro de 2023 às 10:56

Jornalista alerta para avanço silencioso e sorrateiro da China no Brasil
Jornalista e escritor Rafael Fontana (Foto: Guilherme Baffi / 18/10/21)
Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

O jornalista e ex-diretor de comunicações da Huawei no Brasil, Rafael Fontana alerta em entrevista à Rádio A Hora 102.9, o avanço silencioso do Partido Comunista da China em todo o mundo, mas em especial, no Brasil. Por meio do financiamento de grupos locais e tecnologias de espionagem, o país asiático monitora e projeta suas ações.

Conforme detalha, todos os executivos da China são membros do Partido Comunista. A maior parte da população brasileira tem aplicativos chineses instalados, como o TikTok, os quais por meio de algoritmos monitoram a ação de toda população.

“O aplicativo pode ter sido instalado uma única vez, que vai monitorar continuamente, mesmo desinstalado, todas suas ações. É desta forma que a China toma suas decisões comerciais, industriais e políticas”, relata.

Estes e outros detalhes estão no livro escrito pelo jornalista, intitulado de “Chinobyl” – uma referência direta à criação de uma bomba, prestes a explodir, e com consequências mais desastrosas que a de Chernobyl.

O livro revela como o sistema de controle do governo chinês afeta a vida dos nacionais daquele país e sua atuação no enfraquecimento de governos em todo o planeta. Ao longo de 352 páginas, o autor revela a verdadeira intenção chinesa, descoberto entre 2015 e 2018, quando morou na China.

Atualmente o jornalista mora em locais não revelados no Brasil.

Ouça a entrevista na íntegra

 

Acompanhe
nossas
redes sociais