Concessionária substitui 13 quilômetros da rede elétrica

CRUZEIRO DO SUL

Concessionária substitui 13 quilômetros da rede elétrica

Iniciativa beneficia agricultores e comunidades afetadas com as recorrentes quedas de energia. Melhorias também incluem troca de 33 postes

Por

Concessionária substitui 13 quilômetros da rede elétrica
Substituição de rede elétrica promete qualificar serviço nas localidades do interior. Crédito: Divulgação
Cruzeiro do Sul
Gustavo Adolfo 03

A concessionária RGE, responsável pelo fornecimento de energia elétrica em todas as comunidades, realiza intervenções em mais de 13 quilômetros de rede. O trabalho envolve o deslocamento, troca de postes e fiação em 33 pontos entre as comunidades de São Rafael e Bom Fim.

O investimento é de R$ 122 mil. Um dos beneficiados é o morador Werno Bünecker da Boa Esperança Baixa. Segundo ele , o deslocamento da rede atende uma reivindicação antiga dos agricultores, pois muitos postes e fios foram instalados em lavouras e isso prejudicava o trabalho com maquinário. “A colocação dos postes em outros pontos facilita o trabalho. Além disso, os profissionais não precisam mais acessar a plantação para solucionar problemas”, destaca.

De acordo com o secretário da Agricultura e Meio Ambiente, José Paulo Mallmann, as primeiras manifestações por troca de postes ocorreram nos anos 2000 e o tema ganhou força novamente após os fortes temporais que atingiram a cidade e deixaram algumas comunidades sem energia por mais de três dias. “A fragilidade da rede facilitava as quedas de energia”.

Segundo ele, todos os postes substituídos foram retirados de áreas agricultáveis e instalados às margens das estradas, medida que facilita o trabalho dos agricultores e da concessionária na manutenção.

A secretaria vem acompanhando todos os trabalhos. Mallmann, reforça que a intenção é de levar os serviços de melhorias para outras comunidades, cita como exemplo, a comunidade de Boa Esperança Alta e Arroio Grande, onde um levantamento apontou muitos postes em precárias condições. “A demanda é grande, mas aos poucos vamos melhorando a transmissão”.

Saiba mais

O processo de eletrificação rural iniciou em Cruzeiro do Sul nos anos 70. Na época, postes de madeira foram instalados e davam sustentação aos fios.

Em muitos pontos, as estruturas cortaram lavouras, pois se levou em conta o trajeto mais curto. Porém, com o avanço da agricultura, muitas das áreas foram utilizadas para o plantio e a rede passou a incomodar os produtores.

Num primeiro momento, a RGE trabalha na substituição nas comunidades de São Rafael, Linha Sítio, nas imediações da escola São Felipe e Boa Esperança Baixa, mas a intenção da secretaria da Agricultura é de intermediar e encaminhar investimentos em outras regiões do município.

Acompanhe
nossas
redes sociais