ERS-419 aguarda recursos para recuperação há 1 ano, diz presidente do G7

ENTREVISTA

ERS-419 aguarda recursos para recuperação há 1 ano, diz presidente do G7

Estado anunciou no início de 2022 o montante de R$ 3 milhões para a via que liga Poço das Antas a Teutônia. "A situação está muito complicada", diz a gestora ao relatar que a estrada está esburacada e perigosa

Por

Atualizado quinta-feira,
12 de Janeiro de 2023 às 15:41

ERS-419 aguarda recursos para recuperação há 1 ano, diz presidente do G7
Vânia Brackmann, prefeita de Poço das Antas e presidente do G7 (Foto: Rodrigo Gallas)
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A ERS-419, estrada que liga Poço das Antas a Teutônia, aguarda recursos para recuperação há 1 ano, diz a presidente do G7, Vânia Brackmann. O governo do Rio Grande do Sul anunciou em 25 de fevereiro do ano passado o recurso de R$ 3 milhões por meio do Programa Avançar na Logística e Transporte para a via. “A situação está muito complicada”, diz a gestora ao relatar que estrada está esburacada e perigosa.

Conforme Vânia, que também é prefeita de Poço das Antas, uma reunião está agendada para o dia 20 de janeiro com representantes do Estado e da empresa que executará o serviço para alinhar detalhes e projetar o início do tapa-buracos. Ainda, pretende solicitar o incremento no recurso porque depois de um ano “se consegue fazer menos.”

LEIA TAMBÉM:

O G7 é um grupo composto por representantes de Colinas, Imigrante, Fazenda Vilanova, Paverama, Poço das Antas, Teutônia e Westfália que tem como objetivo elencar demandas coletivas e buscar soluções conjuntas para as dificuldades regionais através da união de esforços.

Vânia é a única mulher à frente de Executivo no Vale do Taquari e também é a primeira mulher a presidir o G7.

Assista a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais