Lula sai por cima com atos em Brasília

Opinião

Fabiano Conte

Fabiano Conte

Jornalista e Radialista

Lula sai por cima com atos em Brasília

Por

Gustavo Adolfo 03

Crédito: Reprodução

Se o desejo dos manifestantes que invadiram prédios dos Três Poderes em Brasília era atingir o presidente Lula, o “tiro saiu pela culatra”. Com os atos de domingo, o presidente se fortalece. Recebeu apoio internacional maciço, de Biden (EUA) a Macron (França).

Apoio de todos os governadores, inclusive os bolsonaristas; do STF, do Congresso e até do Superior Tribunal Militar. Se alguns ministros – Justiça e Defesa – tenham falhado ao subestimarem a organização da manifestação, a ala política do governo foi ágil. Lula não “fugiu” de Brasília e convocou uma grande rede de líderes para condenar o ato, inclusive os contrários a sua eleição. Sai em alta.

Pela paz

Nem o presidente Lula e nem os seus ministros tem o direito de fazer acusações sem provas. O silêncio de Bolsonaro não significa que ele tenha apoiado a invasão dos prédios; a omissão da polícia do Distrito Federal não quer dizer que o governador tenha sido a favor da depredação; ter votado ou defender o ex-presidente não representa apoio a baderna de alguns.

Precisam apurar e condenar os criminosos, mas não colocar mais lenha na fogueira. Chamar todos os bolsonaristas, incluindo os que não invadiram nada e apenas protestam contra o governo Lula (PT), de terroristas é ir além do dever. Outras manifestações deste ou de maior tamanho ainda poderão ocorrer. Estejamos atentos.

Alguém do Vale?

Desde domingo as redes sociais são território de muitas informações e de excessivas fake news. Li inúmeros comentários sobre a participação de moradores do Vale do Taquari nos atos criminosos em Brasília. Mas nada comprovado. De uma liderança bolsonarista obtive a informação de que algumas pessoas da região se dirigiram à Brasília mas não estavam entre os que invadiram os prédios públicos. E de fato, pelo menos até agora, não se tem notícia de morador daqui entre os presos.

Vivendo a triste história

Márcia Scherer (MDB) assumiu como deputada federal por um mês, em pleno recesso parlamentar. Ela jamais poderia imaginar que neste período pudesse acompanhar in loco um fato que ficará marcado na história do Brasil. Em entrevista à Rádio A Hora, a deputada falou sobre os estragos causados no prédio do Congresso e sobre a negligência da polícia. “A polícia do Distrito Federal é mais bem paga do Brasil e muito bem preparada. Faltou policiamento nas ruas e comando”, destacou ela.

Bolsonaristas ou infiltrados

Não interessa quem são. Sejam eles bolsonaristas ou “infiltrados”, como acusam os defensores de Bolsonaro. É preciso rigor na punição e acabar com essa baderna que aterroriza a população brasileira.

Respeito deve prevalecer

O senador eleito pelo Rio Grande do Sul, general Hamilton Mourão se manifestou nas redes sociais sobre os atos que classificou de “vandalismo e depredação”, destacando que “o respeito e a ordem devem prevalecer em qualquer manifestação”. A grande maioria dos parlamentares gaúchos lamentou a ação.


E o reforço

Como nem tudo gira em torno de Brasília, chamo atenção sobre o calendário vacinal contra a covid. Em Lajeado, apenas a faixa etária dos 70 aos 79 anos tem 82% das vacinas em dia. Outras faixas de idade estão bem abaixo, como as crianças entre 3 e 4 anos, com índice inferior a 5%

Acompanhe
nossas
redes sociais