Entre as passarelas, o palco e a brincadeira

Comportamento

Entre as passarelas, o palco e a brincadeira

Família de Lajeado acompanha o desenvolvimento da carreira de modelo da filha de 7 anos. Cuidados com o agenciamento e comunicação em público fazem parte do processo

Por

Entre as passarelas, o palco e a brincadeira
Mikaela, 7, há um ano começou a ser agenciada por um estúdio de modelos da capital. Crédito: Arquivo Pessoal
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

O carisma e a simpatia sempre foram características fortes da pequena Mikaela Morais Gonçalves, de 7 anos. Os pais Tanise Braga Morais, 34, e Pedro Manuel Correia Gonçalves Junior, 38, estavam acostumados a ouvir elogios sobre a filha e comentários sugerindo a carreira de modelo quando a primeira agência entrou em contato com a família.

Primeiro, veio a desconfiança. Foi preciso muita pesquisa sobre o histórico da empresa e materiais que já haviam sido produzidos para poder confiar nos trabalhos. Depois disso, foram oito meses de curso em Porto Alegre e, hoje, Mikaela já tem em seu portfólio propagandas do Banco Bradesco, das Lojas Renner e da GWM, de carros elétricos.

Em abril, a pequena completa um ano sendo oficialmente agenciada pela Studio Models de Régis Cavalheiros, de Porto Alegre, onde ocorrem todas as gravações e testes. Conforme Tanise, a filha sonha em seguir com a carreira. Agora, Mikaela começou o curso de teatro na Elite Acting Filmes, onde, segundo ela, “aprende brincando”.

Trabalhos

O primeiro trabalho foi para o Banco Bradesco. A estreia foi ao lado de Pedro, já que a propaganda celebrava o Dia dos Pais. “Depois ela recebeu um convite da professora na escola em que estuda para contar como foi participar desse trabalho e ficou emocionada com os elogios que recebeu dos colegas”, conta Tanise.

Para a Renner, Mikaela precisou ensaiar uma coreografia. Alguns testes ocorreram durante a pandemia e, por isso, os materiais precisavam ser encaminhados pela família. “Sempre antes de aceitar um trabalho, pesquisamos sobre a empresa. A internet ajuda já que tem muito material para investigar”, salienta a mãe.

Para os pais, os principais ganhos deste tempo trabalhando como modelo foi a desinibição e a facilidade para falar em público. Para Mikaela, o que vale é a diversão. Quando terminar o curso de teatro, deve atuar em um curta-metragem produzido pela escola. A obra ainda não tem data de lançamento.

Acompanhe
nossas
redes sociais