Venâncio Aires questiona o IBGE.  E vai à Justiça

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Venâncio Aires questiona o IBGE. E vai à Justiça

Por

Gustavo Adolfo 03

Os dados preliminares do Censo 2022, divulgados na semana passada pelo IBGE, são questionados pelo governo de Venâncio Aires. Isso porque o Tribunal de Contas da União utilizou os números como base para calcular a distribuição do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Segundo o poder público municipal, os novos índices rebaixam o coeficiente da cidade de 2.6 para 2.4, e, com isso, a perda de receita pode chegar a R$ 4,5 milhões em um ano.

Diante dos fatos, a procuradora do município vai ajuizar uma ação na Justiça Federal contra o IBGE e a União. O pedido é pela manutenção dos índices demográficos de 2018 até a conclusão do Censo 2022. Aliás, outras administrações municipais também ficaram incomodadas. Há quem fale em “precariedade” no sistema de coleta das informações.


PP em Encantado

O PP volta ao comando da câmara de Encantado. Nesta semana, o vereador Valdecir Gonzatti (MDB) transmitiu o cargo de presidente a Sander Bertozzi (PP), eleito na sessão ordinária realizada no dia 26 de dezembro. Ele liderou a única chapa concorrente. O representante Progressista ficará à frente do plenário durante o ano de 2023, ao lado dos demais membros da nova Mesa Diretora: Joel Bottoni (PSDB), vice-presidente; Cris Costa (PSDB), 1º secretário; e Valdecir Cardoso (PP), 2º secretário. O PP foi oposição no pleito municipal de 2020.


Festa em Brasília

Além do vereador lajeadense Sérgio Kniphoff (PT), a Coordenadora Regional Adjunta do PT no Vale do Taquari, Denise Goulart, e a secretária, Rosely Schneider, também participaram do “Festival do Futuro” na esplanada dos ministérios, em Brasília, nome dado à festa da posse do presidente Lula. Denise também aproveitou para cumprimentar o novo ministro da Secretaria de Comunicações, Paulo Pimenta (foto).


O vai e vem do Coaf

O presidente Lula devolveu o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) para o Ministério da Fazenda. A partir disso, a unidade que atua, principalmente, no combate à lavagem de dinheiro, ficará sob a alçada da pasta comandada pelo ministro Fernando Haddad.

No início da gestão de Jair Bolsonaro, o Coaf havia saído do guarda-chuva da Fazenda e foi transferido ao Ministério da Justiça. À época, comandado pelo ex-juiz e agora senador, Sérgio Moro. Mais tarde, porém, voltou para o Ministério da Economia, de Paulo Guedes, e, depois, ao Banco Central, onde estava até a Medida Provisória assinada nessa segunda-feira.


Mallmann, a secretaria e a assembleia

Ex-prefeito de Estrela, Carlos Rafael Mallmann (União Brasil) foi reconduzido ao cargo de Secretário Estadual de Desenvolvimento Urbano e Metropolitano. Além de ser uma pasta estratégica para desenvolver regiões por meio da logística, especialmente, o posto garante muita visibilidade para quem já sonhou (ou ainda sonha) com uma vaga na assembleia legislativa.

Mallmann está à frente do Pavimenta RS, que já investiu (ou anunciou) R$ 380 milhões em todo o estado para pavimentações, asfaltamentos e afins. Só no Vale do Taquari, por exemplo, são R$ 28 milhões em 33 cidades. É uma vitrine e tanto para o agente público.


TIRO CURTO

• O tema sobre o armamento deve pautar alguns embates entre parlamentares de situação e oposição. Em Brasília, Senadores da base oposicionista já antecipam a intenção de derrubar o decreto assinado por Lula (que mudou as regras sobre compra e registro de armas de fogo) por meio de decretos legislativos.

• Em Lajeado, a servidora Simone Horn assumirá como Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Turismo e Agricultura durante as férias do titular André Bücker, entre os dias 16 de janeiro e quatro de fevereiro.

• Também em Lajeado, o Agente Administrativo de Saúde do município, Marcos Naher, assume como Secretário de Saúde entre os dias 9 e 27 de janeiro, durante as férias de Cláudio Klein.

• Já em Estrela, e por ora, o atual Secretário de Saúde Celso Kaplan passa a responder também pela nova Secretaria de Assistência Social. O decreto foi assinado e publicado ontem.

• Após articulação dos prefeitos do G7 (Teutônia, Poço das Antas, Westfália, Paverama, Colinas, Fazenda Vilanova e Imigrante) junto à Secretaria Estadual de Saúde, o Hospital Ouro Branco (HOB) recuperou a referência em Cirurgia Vascular, e também será referência em Dermatologia. A confirmação veio no dia 29 de dezembro.

• Novo Ministro da Justiça, Flávio Dino encaminhou ofício ao Supremo Tribunal Federal, para colocar a Polícia Federal à disposição para “investigar os episódios de agressão e ameaças a ministros” daquela corte. A comunicação ocorre horas após o ministro Luís Roberto Barroso ser hostilizado por brasileiros no Aeroporto de Miami, nos Estados Unidos.

• A Secretaria Estadual de Cultura realiza no dia 18 de janeiro, das 9h às 12h, uma audiência pública para discutir a Lei de Incentivo à Cultura (LIC). O evento será virtual, aberto ao público, e visa o recebimento de contribuições para qualificar as regras de inscrição de projetos.

• “Quem bebe um pouco, freia um pouco mais devagar”. Essa é a frase da nova campanha do Detran/RS para reforçar a Operação Balada Segura.

• Faz alguns meses, alguns políticos derrotados no pleito anunciavam a intenção de “voltar” à iniciativa privada. Não rolou. Hoje estão empregados em novos cargos públicos.

Acompanhe
nossas
redes sociais