Estudantes de Lajeado participam do projeto “Árvore dos Sentimentos”

EDUCAÇÃO

Estudantes de Lajeado participam do projeto “Árvore dos Sentimentos”

Ação estimulava adolescentes de 12 a 15 anos a observar suas vidas de forma positiva e reproduzir por meio de textos, pinturas, desenhos, oralidade e troca de experiências

Por

Estudantes de Lajeado participam do projeto “Árvore dos Sentimentos”
Crédito: Divulgação
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Estudantes do sétimo, oitavo e nono ano das Escolas Municipais de Ensino Fundamental Vida Nova e São José, do bairro Conventos, participaram do projeto educativo social “Árvore dos Sentimentos” durante o ano de 2022. O projeto estimulava os adolescentes de 12 a 15 anos a observar suas vidas de forma positiva e reproduzir esse sentimento por meio de textos, pinturas, desenhos, oralidade e troca de experiências. Os encontros ocorreram de forma quinzenal em casa escola, durante os meses de junho e outubro.

As oficinas foram coordenadas pela educadora social, Kátia Luísa Lucietto. Durante os encontros, os alunos expuseram seus sentimentos na produção de texto e, principalmente, em conversas coletivas sobre paz, amor, amizade, felicidade, medos e angustias. Conforme a nutricionista da Sesa, Luana Maria Wollinger, o projeto ocorreu por meio de uma verba federal destinada a assistência de adolescentes no âmbito da Atenção Primária à Saúde.

– O bairro Conventos foi escolhido, pois a equipe de saúde da Unidade Básica já havia relatado a necessidade de trabalhos voltados à saúde mental com o público das escolas do bairro. Com esse projeto, abrangemos diversas turmas nos 17 encontros proporcionados pela oficina – explica a nutricionista.

A coordenadora da oficina conta que foi possível observar diversos sentimentos, principalmente de angustia, por meio de desenhos e cores escolhidas pelos estudantes.

– Foi um trabalho muito importante para auxiliar todos os alunos na identificação de sentimentos e também no processo de respeitar a dor e os medos dos outros. O projeto também foi importante para ocupá-los durante o contraturno escolar – relata Kátia.

O projeto

A oficina tinha como metodologia a elaboração da “Árvore dos Sentimentos”, que consiste em uma atividade em que todos os estudantes foram convidados a realizar um desenho de uma de suas mãos em folha A4, pintando a mesma com giz de cera e dentro desta mão expressar seus sentimentos.

– Com a árvore, queríamos proporcionar um momento de reflexão sobre os sentimentos que eles expressam, apresentar em desenho e juntos construir a árvore dos sentimentos, representando a união de todos os alunos, bem como a importância de cuidar uns aos outros – explica Kátia.

Ao final da oficina, a árvore foi montada com os desenhos. No encerramento, os estudantes também participaram de atividades recreativas.

Encaminhamentos

A partir do projeto, coordenadores de escola acompanharam os alunos e encaminharam para atendimento para seguir trabalhando o tema de saúde mental.

Acompanhe
nossas
redes sociais