Objetivos do Grupo Betiolo encontraram em Lajeado as condições para serem concretizados

Lajeado Empreendedora

Objetivos do Grupo Betiolo encontraram em Lajeado as condições para serem concretizados

Fundado em 2005, Grupo chegou a cidade em 2008 e se transformou numa referência não só no Vale do Taquari, mas em todo o Estado

Por

Atualizado terça-feira,
03 de Dezembro de 2022 às 16:00

Objetivos do Grupo Betiolo encontraram em Lajeado as condições para serem concretizados
Gustavo Adolfo 03

Quem cruza Lajeado pela BR-386 é marcado por algumas empresas. Entre elas, o Grupo Betiolo, que conta com uma história de 17 anos e desde 2008 está na cidade. Contudo, mais do que a imponente sede, a empresa traz consigo uma jornada empreendedora que facilmente se conecta com as pessoas. Afinal, a exemplo de muitos que chegaram ao Vale do Taquari, Bino Betiolo, fundador e líder do Grupo, escolheu a cidade para realizar um sonho.

Oriundo de Caxias do Sul, Betiolo cresceu na fábrica de carrocerias da família. Desde pequeno, aprendeu todos os detalhes que envolviam o processo de produção, como pintar, soldar e cortar. “A gente trabalhava aos finais de semana porque tínhamos que acelerar a manutenção, já que os motoristas não podiam parar. Tanto é que com oito anos já dirigia empilhadeiras”, lembra.

Durante o crescimento do negócio, a empresa também comprava veículos das transportadoras, reformava e os vendia. Assim, logo também começaram a receber veículos leves como pagamento, que tinham uma velocidade de repasse muito maior que um veículo pesado. “Desta forma, em 2005, meu irmão Emerson e eu saímos da empresa e abrimos uma revenda de veículos. A partir daí começamos a trilhar nosso caminho”, conta Betiolo.

Conhecedor de produtos, manutenção e atendimento, ainda era preciso concretizar o sonho de se tornar um concessionário. E a oportunidade para isso veio em 2008, em Lajeado. Depois de muitos contatos e conexões com associações de concessionárias, Betiolo conheceu um profissional da Fiat. “Fomos convidados pela montadora para apresentar o projeto. A partir daquele momento, foi muito rápido. Depois de uns 90 dias, a negociação se concluiu e nós iniciamos o trabalho”, lembra.

O primeiro dia de trabalho foi em 2 de fevereiro de 2009. Originalmente, a meta era vender 30 carros. No mesmo período, o Governo reduziu o Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI). Isso aqueceu a economia a ponto da Betiolo comercializar 150 carros no mês seguinte. A partir disso, o crescimento foi exponencial. Em 2017, foram homologados concessionários Jeep, construíram a nova e imponente sede às margens da BR-386 e tornaram Lajeado a matriz de todo o Grupo, presente em quatro cidades do Estado.

“A escolha por focar no Vale do Taquari passa pelo potencial da região. Estamos num centro nervoso de deslocamento para municípios do interior. Começamos a entender que existe uma oportunidade gigante desse mercado”, conclui Betiolo, convicto que sua escolha trará ainda mais frutos para a empresa e para toda a comunidade.

Assista ao vídeo exclusivo:

Ouça o quadro na programação da rádio A Hora 102.9:

Acompanhe
nossas
redes sociais