Município decide fechar escola em Alto Arroio Alegre

SANTA CLARA DO SUL

Município decide fechar escola em Alto Arroio Alegre

Falta de sinal de internet, dificuldade de acesso e insegurança são os motivos apresentados pela Secretaria de Educação. Determinação surpreende comunidade escolar

Por

Atualizado sexta-feira,
09 de Dezembro de 2022 às 08:02

Município decide fechar escola em Alto Arroio Alegre
A escola atendia 52 alunos em turno integral. Todas crianças serão realocadas em uma nova escola em Nova Santa Cruz. Crédito: Gabriel Santos
Santa Clara do Sul
Gustavo Adolfo 03

A limitação do espaço para atividades físicas, insegurança, distância, dificuldade na contratação de profissionais e redução no número de alunos. Estas foram as justificativas da Secretaria Municipal de Educação em fechar a Escola Municipal de Ensino Fundamental Willibaldo Both, de Alto Arroio Alegre. O espaço reaberto após a pandemia atendia em turno integral 50 alunos divididos em três turmas do 3º ao 5º ano.

Além dos alunos, dez profissionais entre educadoras, professores, diretora, monitores e serventes trabalhavam no local. Em 2023, atenderia 43 alunos, sendo oito da comunidade de Alto Arroio Alegre e Linha Serrana, os demais viriam de Nova Santa Cruz e Sampaio. A saída encontrada foi realocar, no próximo ano, as crianças do Ensino Fundamental no turno da tarde na Escola Frei Henrique de Coimbra.

De acordo com a secretária de Educação, Ana Paula Dessoy, antes da decisão a secretaria consultou o Conselho Municipal de Educação, equipes diretivas e também atendeu a sugestão dos pais. “Fizemos a mudança pensando na qualidade do ensino. Vamos manter o transporte como era antes e o atendimento para todos”.

Assim como os alunos matriculados, outros dez funcionários concursados serão realocados. Já o prédio de domínio público, será reutilizado para outra finalidade que pode atender a necessidade tanto da Secretaria de Educação como de Saúde e Assistência Social.

Surpresa

O anúncio pegou de surpresa alguns pais que tinham alunos matriculados na escola. Um deles é Sérgio Johann, que também preside o CPM da escola Gustavo Seidel, de Sampainho. “Convocaram uma reunião, não consultaram ninguém e anunciaram o fechamento definitivo. Teve pessoas que não entenderam nada”, afirma.

Com a decisão, Johann e outros pais matricularam os filhos em Nova Santa Cruz. Porém, direcionam críticas quando a suspensão do turno integral, pois em Alto Arroio Alegre as crianças ficavam no turno da manhã e tarde.

Segundo a secretária, Ana Paula, o longo período longe de casa, atrapalhava o desenvolvimento pedagógico da criança. “Muitas pegavam o transporte escolar cedo, entre 5h e 6h da manhã e retornavam tarde. Ficavam mais de 12h fora, perdiam muito tempo no deslocamento e isso prejudicava o aprendizado”, afirma.

O assunto também foi abordado na câmara de vereadores pela vereadora de oposição, Rosani Richter (PP) que na última sessão criticou decisão, afirmou que o fechamento da escola traz prejuízos sociais para a comunidade e também questionou a destinação dos R$ 100 mil previstos no orçamento de 2023 para reformas no prédio. A rede municipal de ensino de Santa Clara do Sul atende 732 crianças, destas 310 matriculadas no Ensino Fundamental e 422 na Educação Infantil.

Acompanhe
nossas
redes sociais