“Bancada gaúcha compreendeu importância do Jardim”, avalia Jonas Calvi

TURISMO EM ENCANTADO

“Bancada gaúcha compreendeu importância do Jardim”, avalia Jonas Calvi

Ofício pedia R$ 3 milhões para subsidiar parte da obra. Os parlamentarem decidiram enviar R$ 5,2 mi

Por

Atualizado terça-feira,
22 de Novembro de 2022 às 10:32

“Bancada gaúcha compreendeu importância do Jardim”, avalia Jonas Calvi
Jonas Calvi, prefeito de Encantado (Foto: Rodrigo Gallas)
Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

“A bancada gaúcha na Câmara dos Deputados, em Brasília, compreendeu a importância do Jardim do Acolhimento”, avalia o prefeito de Encantado, Jonas Calvi, em entrevista à Rádio A Hora. Ele explica que foi enviado ofício com o pedido de R$ 3 milhões para subsidiar parte da obra. Os parlamentarem decidiram enviar R$ 5,2 mi.

O recurso deve chegar no início de 2023, quando a obra também é prevista para começar. A conclusão é projetada para o fim de 2023. O Jardim do Acolhimento vai ocupar o espaço de mais de 30 mil metros quadrados que antecede à chegada ao monumento. Ele conta com espaços de contemplação, convívio e playground, com passagens de fauna, passarelas elevadas de apreciação e mirante.

O projeto está dividido em três partes: Braços que abraçam (entrada), Braços que contemplam (central) e Braços que cuidam (próximo ao Cristo). A primeira parte conta com pórtico de entrada, informações turísticas e de apoio. O espaço central compreende áreas verdes com espaços de estar. Já mais perto do Cristo Protetor, com o intuito de proteger a natureza do entorno, o local terá mirantes e passarelas

Assista a entrevista na íntegra

Acompanhe
nossas
redes sociais