“Não está no meu radar ser prefeita”, diz Gláucia Schumacher 

ELEIÇÕES 2022

“Não está no meu radar ser prefeita”, diz Gláucia Schumacher 

Candidata a deputada estadual fez votação expressiva em Lajeado, mas diz que nunca pensou em concorrer ao cargo

Por

“Não está no meu radar ser prefeita”, diz Gláucia Schumacher 
Gláucia Schumacher, vice-prefeita de Lajeado (Foto: Rodrigo Gallas)
Lajeado
Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

“Não posso dizer que não vou, mas não está no meu radar ser prefeita de Lajeado”, afirma a candidata a deputada estadual Gláucia Schumacher (PP), 48 anos. “Não penso nesta eleição. O PP tem outros nomes. Sempre digo para continuarem criando outras lideranças. O foco agora é finalizar minha gestão como a gente planejou.”

Ela fez 20.767 votos, quase 13 mil foram em Lajeado. Faltaram cerca de 7,5 mil para ser eleita. A vice-prefeita esperava chegar a 30 mil votos para ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa. Gláucia iniciou a campanha precocemente, cerca de seis meses antes do pleito, enquanto outros já se articulavam há quatro anos, desde a última eleição.

Avalia que o PP falhou em colocar três candidatos ao pleito estadual. “Cada partido deveria fazer o seu tema de casa”, diz. Para ela, faltaram as organizações políticas se articularem regionalmente e colocar apenas um candidato. “Agora, unir todos os partidos e colocar um candidato da região é utopia.” Além de Gláucia, João Braun de Estrela e Adroaldo da Silva Couto, de Taquari, concorreram.

Ouça a entrevista na íntegra 

Acompanhe
nossas
redes sociais