Governo de Lajeado coloca à venda veículos, equipamentos e sucatas

itens em desuso

Governo de Lajeado coloca à venda veículos, equipamentos e sucatas

Leilão conta com 41 lotes e a visitação está disponível até terça-feira pela manhã. Processo será virtual pelo site do leiloeiro

Por

Governo de Lajeado coloca à venda veículos, equipamentos e sucatas
Leilão do governo de Lajeado inclui veículo com lance inicial de R$ 17 mil (Foto: Divulgação)
Lajeado
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A administração municipal promove na terça-feira, 9, a partir das 14h, leilão virtual. Serão colocados à venda itens do Executivo em desuso. Entre os lotes oferecidos, automóveis, caminhões, máquinas, motocicletas, equipamentos de informática e saúde, além de sucatas. A lista dos bens e transmissão pode ser acessada no site da Scheid Leilões.

LEIA TAMBÉM:  Prefeitura de Lajeado abre edital de concurso público para seis cargos

Ao todo, são 41 lotes. Os interessados devem se cadastrar no site do leiloeiro para enviar seus lances. No dia do leilão, o acompanhamento também será pela plataforma virtual. Os itens à venda podem ser verificados de forma presencial na sede da Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Seosp), aterro sanitário, depósito do Porto Seco, e Centro de Saúde.

De acordo com os responsáveis pelo processo, são classificados como bens inservíveis ou em desuso, aqueles que não têm mais serventia para a administração municipal. Isso significa que, inclusive, materiais em bom estado de conservação podem ser leiloados. No entendimento jurídico, guardar um bem sem uso é desperdício e pode gerar recursos para o município.

A definição de quais itens serão colocados à venda parte dos setores, que também podem sugerir a destinação para outro departamento municipal. Não há periodicidade estabelecida em lei para o processo de venda. De acordo com a gestão municipal, o último leilão ocorreu em dezembro de 2020.

Ainda de acordo com o setor jurídico, se a recuperação ou conserto de um bem custar mais do que 50% do valor de um item novo, este deve ser leiloado. Esta medida é para que não se torne economicamente inviável para o município consertar o bem.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsApp Instagram / Facebook