Lajeadense acompanha de perto o julgamento do Avenida

Acesso em jogo nos tribunais

Lajeadense acompanha de perto o julgamento do Avenida

Clube de Santa Cruz do Sul será julgado nesta quinta-feira no STJD e pode ser punido com a perda de pontos. Alviazul ingressou como interessado no caso e pode ficar com a vaga à primeira divisão

Por

Atualizado quinta-feira,
04 de Agosto de 2022 às 09:37

Lajeadense acompanha de perto o julgamento do Avenida
Terceira melhor campanha geral do Lajeadense pode ser determinante na decisão sobre quem subirá se o Avenida for punido - Foto: José Roberto Gasparotto/Divulgação
Brasil

A chance de retorno do Lajeadense para a primeira divisão do futebol gaúcho pode ter novos rumos na tarde desta quinta-feira, dia 04, quando o Superior Tribunal de Justiça Desportiva irá julgar o caso do Avenida na Divisão de Acesso. Se punida, a equipe de Santa Cruz do Sul deve perder a vaga ao Gauchão.

O caso chega à principal instância da justiça desportiva após sequer ser julgado no Rio Grande do Sul. O Avenida colocou em súmula um jogador a mais que o permitido pelo regulamento. Os clubes podem escalar em súmula oito atletas de Série A. A equipe colocou nove contra o Santa Cruz ainda na primeira fase e admitiu o erro publicamente.

O julgamento foi parar no Tribunal de Justiça Desportiva do estado após denúncia do São Gabriel e do Inter de Santa Maria. Na primeira instância, o tribunal local decidiu que houve decadência processual. Ou seja, os clubes perderam o prazo para fazer a denúncia. Ambos recorreram ao Pleno do TJD. A votação acabou empatada e o presidente da corte desempatou. Ele também votou pela perda de prazo.

As duas equipes então recorreram ao STJD. A novidade então foi o ingresso do Lajeadense como terceiro interessado, de olho em uma possível vaga na elite do Gauchão, pois encerrou a Divisão de Acesso como terceiro colocado.

Esperamos que haja punição ao Avenida”
São 13 processos em pauta no Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol, com a sessão agendada para às 11h em forma híbrida e com transmissão ao vivo no site do STJD.

O caso do Avenida está programado para ser julgado por último, mas como há sustentação oral, pode ser adiantado. O objeto principal do julgamento é a punição ou não do Avenida. É provável que o Pleno decida pela punição, mas que não defina qual será a equipe beneficiada com o acesso.

A participação do Lajeadense será virtual e presencial. Presencial por intermédio de advogado contratado no Rio de Janeiro que fará a sustentação oral. E virtual por parte do departamento jurídico que acessará o julgamento pelo canal do STJD. “Esperamos que haja punição ao Avenida com sua desclassificação do campeonato. Num segundo momento, que o STJD reconheça que o Lajeadense é quem deve ocupar a vaga”, comenta o vice-presidente jurídico do clube, Jorge Decker. Segundo ele, esta parece a solução mais justa e jurídica.

Pode ocorrer de algum julgador pedir vista, ou até mesmo que haja nova sessão para decidir quem é que fica com a vaga. A tendência, é que mesmo com o Avenida punido, não seja decidido hoje qual clube subirá para a primeira divisão.