Estudantes conquistam medalhas em olimpíada

PROGRESSO

Estudantes conquistam medalhas em olimpíada

Prova desperta o interesse de jovens por áreas como astronomia e astronáutica. Quatro alunos da escola São Francisco se destacaram

Por

Estudantes conquistam medalhas em olimpíada
Vice-diretora Leida Battisti (e), os estudantes premiados e a professora Mariléia Zago (d). Crédito: Misael Kotz/Divulgação
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Alunos da escola São Francisco foram premiados na 25ª Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). A avaliação ocorreu em maio e os resultados foram divulgados na semana passada. São quatro estudantes agraciados, três conquistaram medalha de ouro e um de bronze.

A olimpíada tem como objetivos fomentar o interesse dos jovens pelas áreas da ciência e promover a difusão dos conhecimentos básicos de uma forma lúdica e cooperativa. Os alunos têm seus conhecimentos testados em provas que levam em consideração a faixa etária do estudante e o conteúdo disponível nos livros didáticos. A partir das notas, podem ser premiados com medalhas de ouro, prata ou bronze.

João Vítor Berté, estudante do 8° ano, e Adryan Gabriel Mantelli Pereira, do 5° ano, receberam a primeira medalha em competições. Márcia Berté, mãe do João, celebra a conquista do filho. “É um reconhecimento merecido, pois ele sempre se esforça e gosta destes desafios que envolvem escola e aprendizado”, conta.

Rejina Mantelli, mãe do Adryan, lembra que na véspera da olimpíada estudaram até a meia-noite. “Como essa foi a primeira vez, ele fez por experiência, mas eu estudei junto. Esse desempenho muito se deve à qualidade do ensino na escola”, comenta.

Por outro lado, Manuela Reginatto Defendi e Thaís Caroline Kotz Wobeto, alunas do segundo ano do Ensino Médio, já são veteranas quando o assunto é conquistar medalhas. Elas são bicampeãs da OBA, e voltaram a conquistar nota para serem medalhistas de ouro neste ano, além de receberem prata e bronze, respectivamente, em anos anteriores. Ambas conciliam as atividades da escola com os estudos focados em conteúdos do programa.

Apoio aos estudantes

A vice-diretora da escola São Francisco, professora Leida Battisti, comenta que a instituição estimula os alunos e isso traz resultados. “Nós temos por motivação estimular mudanças de comportamento, e esse é um dos motores dos nossos professores, da nossa equipe. Motivar a participação dos estudantes e sempre encontramos quem disponibiliza um tempo para tal”, conta.

Neste ano foi aberta a participação aos alunos dos anos iniciais do Ensino Fundamental no programa e a vice-diretora destaca a importância do estímulo precoce para os estudantes. Quem coordena a OBA na escola é a professora Mariléia Zago, com apoio do professor Sérgio Bianchini e demais professores.

“Desde 2013 participamos da olimpíada, além de competições. Temos muito orgulho da motivação e dedicação deles, do seu envolvimento com a escola em tantas outras coisas que vão além. Com conhecimento se vai longe”, finaliza.

Até o momento, os alunos da escola São Francisco conquistaram 12 medalhas no total: cinco de ouro, duas de prata e cinco de bronze. Além dessas medalhas, a instituição tem outras duas medalhas na olimpíada de matemática.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsApp Instagram / Facebook