Comunidade denuncia furto no cemitério de Palmas

Criminalidade

Comunidade denuncia furto no cemitério de Palmas

Cerca de 150 sepulturas foram danificadas

Por

Comunidade denuncia furto no cemitério de Palmas
Cerca de 150 sepulturas foram alvo de criminosos em Palmas. Crédito: Gabriel Santos
Arroio do Meio
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Criminosos furtaram materiais no cemitério católico da comunidade São Carlos de Palmas. A ocorrência foi registrada na quarta-feira, 13, na Policia Civil que investiga o caso. No momento não há suspeita do crime.

Cerca de 150 sepulturas foram danificadas. Foram retiradas fotos, crucifixos e letreiros e algumas capelas. Conforme o presidente da comunidade, André Schmogel, a suspeita é que os criminosos acessaram o cemitério aos fundos da igreja.

O sistema de monitoramento instalado no salão próximo ao local, flagrou a saída de veículos do local às 3h e às 6h de terça-feira. “Com a pouca luminosidade, não é possível identificar o modelo dos carros”, afirma. Este é o segundo crime em cemitérios registrado nessa semana.

No sábado, dois locais no Morro Vermelho, no bairro São Caetano, foram alvos de criminosos que destruíram lápides e furtaram letreiros, placas, ganchos, imagens e crucifixos.

Ambos os casos são investigados pela Polícia Civil que acredita no comércio ilegal dos materiais. Na maioria dos casos os objetos são derretidos e vendidos em sucatas da região. “A falta de regulação para rastrear a origem dos produtos dificulta o trabalho policial”, afirma o delegado Dinarte Marchall Junior.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsApp Instagram / Facebook.