CCR aguarda aval para obras entre Lajeado e Estrela

BR-386

CCR aguarda aval para obras entre Lajeado e Estrela

Concessionária espera aprovação de projeto executivo por parte da ANTT. Eurovias será responsável pelos trabalhos no trecho de 5,1 quilômetros e procura área para instalar canteiro. Em paralelo, prazo para entrega da duplicação até Marques de Souza passa por revisão

Por

Atualizado quinta-feira,
14 de Julho de 2022 às 15:20

CCR aguarda aval para obras entre Lajeado e Estrela
Nas imediações do Shopping, passarela atual será demolida e dará lugar a nova estrutura, mais próxima à entrada do empreendimento. Créditos: Felipe Neitzke
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Importante corredor de exportação, a BR-386 passa por um momento de transformação, com diferentes obras em andamento ou projetadas. Uma delas, considerada estratégica ao desenvolvimento regional, deve iniciar nos próximos dias. A terceira faixa nos 5,1 quilômetros entre Lajeado e Estrela, nos dois sentidos, vai melhorar o fluxo de veículos e aumentar a segurança dos usuários.

A ampliação da capacidade do trecho, considerado o mais movimentado de toda a rodovia, está prevista no contrato de concessão à CCR ViaSul. O investimento será de R$ 100 milhões e a tendência é que sejam gerados até 300 empregos diretos com a obra.

Conforme o coordenador de engenharia da CCR ViaSul, Fábio Hirsch, o projeto funcional e o anteprojeto já foram aprovados pela Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT). Ainda resta aval ao projeto executivo, o que deve ocorrer na segunda quinzena deste mês.

Em todo o trecho, já foram instaladas placas que indicam qual a intervenção prevista e o prazo de entrega. “A obra é considerada primordial. Vai trazer mais conforto e segurança em uma região com tráfego muito conturbado. Hoje, as faixas adicionais nas alças de entrada e saída da rodovia tem comprimento inferior ao necessário. A boa notícia é que nós vamos melhorar isso”, afirma.

As remodelações nas faixas auxiliares permitirão uma melhor integração da cidade com a rodovia. Alguns pontos, como os viadutos sobre as avenidas Alberto Pasqualini e Bento Rosa terão quatro faixas, para contemplar, além da nova pista, as alças de acesso.
Cronograma

Assim como a obra de duplicação de Marques de Souza a Lajeado, a construção da terceira faixa entre Lajeado e Estrela será executada pela Eurovias. A definição da terceirizada ocorreu há duas semanas e o contrato já foi assinado. A empresa busca área nas imediações de Lajeado para instalar o canteiro.

“A Eurovias já está na região e conhece bem a rodovia. E a partir da ordem de início que demos a ela, na primeira semana de julho, já começou a movimentar o canteiro”, comenta. A terceirizada terá até fevereiro de 2024 para concluir os trabalhos.

Pelo cronograma estabelecido, 50% das obras previstas devem estar prontas até fevereiro de 2023. Os trabalhos vão começar a partir do entroncamento com a ERS-130, no quilômetro 346. “Isso não significa que a obra em Estrela não inicie neste ano. Mas temos que entregar o trecho de Lajeado primeiro”.

Para o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, a BR-386 necessita de constante processo de manutenção e ampliação da capacidade de tráfego, devido a sua importância ao Vale e ao Estado. “Seguimos com grande expectativa para a obra. Afinal, é uma das principais rodovias federais do RS. As obras darão um benefício direto à toda comunidade”, sintetiza.

Novo trevo

Entre as obras de arte previstas no trecho, chama atenção a construção de um novo trevo no entroncamento com a ERS-129. Hoje, há apenas um acesso simples à rodovia que liga Estrela a Colinas, mas somente no sentido capital/interior. Quem segue na direção contrária precisa fazer o retorno no trevo do Porto de Estrela para voltar à 386 e depois ingressar na estrada estadual.

Por se tratar de uma obra “do zero”, Hirsch projeta que será a mais trabalhosa. “É um trevo completo. Será construído num terreno problemático, alagadiço e teremos que fazer substituição de solo. Vai passar por baixo da ponte do rio Taquari e sair no sentido Sul da rodovia”, ressalta.

Presidente da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Estrela (Cacis), Gerson Strehl acredita que a obra, somada a outros investimentos previstos no outro trecho do município terão impactos positivos à comunidade.
“Vai melhorar muito o fluxo e também na questão da acessibilidade. O novo trevo será muito importante para quem vem de Costão e até Colinas e Imigrante. O acesso a Estrela será muito mais facilitado a eles. São obras muito importantes”, frisa.

Acesso à ERS-129 será reformulado, com construção de novo trevo

Ponto de ônibus demolido

Localizada em frente à entrada do Shopping Lajeado, uma parada de ônibus foi removida pela CCR ViaSul no começo da semana. A estrutura será remontada de forma provisória próxima ao local, em rua utilizada por clientes do centro comercial para estacionamento. A demolição ocorreu porque, neste ponto, será construída uma nova travessia.

A nova passarela vai substituir a estrutura existente construída na década de 90, quando o trecho foi duplicado, e é utilizada com frequência por moradores e trabalhadores. Outra travessia será construída nas imediações do quilômetro 348, próximo à Bebidas Fruki. O ponto tem movimento intenso de pedestres, que se arriscam ao atravessar a rodovia.

PRAZO REVISTO

Prevista para ser entregue em fevereiro de 2023, a duplicação da BR-386, entre Marques de Souza e Lajeado, teve o prazo revisto. O atraso na emissão da licença ambiental fez com que a obra iniciasse somente em julho do ano passado, e não em fevereiro.

A tendência é que a obra seja entregue até julho de 2023, mas com penalização. “A CCR está em tratativas com a ANTT sobre a não aplicação do fator D, que é o desconto na tarifa. Não é culpa da concessionária, pois houve atraso na emissão por parte de outro órgão. Tão logo recebemos a licença, começamos a obra”, frisa, em nota.

NÚMEROS DA OBRA

R$ 100 milhões – É o valor previsto a ser investido na rodovia para a construção da terceira faixa, modificações em obras de arte, alargamento de pontes e construção de trevo novo e passarelas;

300 funcionários – Serão contratados para atuar na obra. A Eurovias será a terceirizada responsável pela obra;

10,2 quilômetros de faixas adicionais serão construídas ao longo do trecho entre Lajeado e Estrela, em ambos os sentidos;

50% da obra deve ser entregue até fevereiro de 2023, conforme projeção da CCR ViaSul. O prazo de conclusão é até fevereiro de 2024.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsAppInstagram / Facebook