Governo desiste de municipalizar duas escolas do Estado

ESTRELA

Governo desiste de municipalizar duas escolas do Estado

Após pressão de pais, alunos e servidores, governo de Estrela recua. Por meio de nota oficial, anuncia fim do projeto de incorporar à rede municipal as escolas dos bairros Moinhos e do Oriental

Por

Governo desiste de municipalizar duas escolas do Estado
Faixas em protesto seguirão expostas em frente à escola 20 de Maio. Créditos: Jhon Willian Tedeschi
Estrela

O impasse quanto à municipalização de duas escolas teve mais um capítulo ontem. O governo publicou nota oficial com a desistência do processo para incorporar as instituições de ensino. A semana teve protesto de funcionários na câmara de vereadores e as comunidades seguem mobilizadas para impedir as transferências.

Mesmo com o comunicado, o clima é de apreensão sobre ao recuo do Executivo municipal. Na parte interna da Escola de Ensino Fundamental 20 de Maio, no bairro Oriental, os cartazes contrários à municipalização dividem espaço com os enfeites da festa junina. As faixas penduradas na frente da escola demonstram a posição de pais, alunos e servidores.

Conforme a diretora da 20 de Maio, Nilce Perin, as ações do colégio seguem em sintonia com a Escola de Ensino Fundamental Moinhos. Ambas preparavam manifestações para os próximos dias, mas a mudança de planos do município poderá alterar a programação.

Está mantida a entrega de um abaixo-assinado para os participantes na festa da escola do Oriental, enquanto a comunidade do Moinhos prepara um abraço à instituição para o fim da tarde de hoje. Por outro lado, as gestões escolares ainda estudam um movimento maior, aproveitando a presença do governador Ranolfo Vieira Júnior na cidade nesta sexta.

Entre os pais há um clima de dever cumprido. A perspectiva de manutenção dos projetos e da relação próxima com a população foram comemoradas. “Aqui é uma família construída com muito amor. Não tem porquê mudar o que está andando bem. Nossa comunidade está muito contente com a decisão”, afirma Telma Studier, mãe de dois alunos da escola Moinhos.

Legislativo vai às escolas

Também ontem, uma comitiva com seis vereadores visitou as instituições. A agenda estava marcada desde antes da desistência do município. A impressão entre os parlamentares foi de incompreensão diante do movimento proposto pelo governo e que, a partir desse caso, a tendência é de maior diálogo em outras iniciativas do tipo.

Coordenadoria aguarda posição

A 3ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) ressalta que o processo formal de municipalização não havia iniciado. “A municipalização destas escolas era de interesse do município, conforme ofício encaminhado para a CRE”, explica a coordenadora Cássia Benini. Por outro lado, a entidade não recebeu nenhum documento oficial informando a desistência do governo de Estrela até o fechamento desta edição.

Relembre

A 3ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) informou as Escolas Estaduais de Ensino Fundamental 20 de Maio e Moinhos no dia 22 de junho que o governo de Estrela encaminhou um ofício ao Estado, com planos para municipalizar as instituições.

O Executivo do município emitiu um comunicado no dia 28, onde confirmava a proposta e sugeria as modificações a serem feitas.

Os fatos geraram reações contrárias nas comunidades escolares, que se manifestaram contra a decisão.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsAppInstagram / Facebook