Anvisa mantém proibição da venda de cigarros eletrônicos

SAÚDE

Anvisa mantém proibição da venda de cigarros eletrônicos

Produtos são vendidos ilegalmente no país

Por

Anvisa mantém proibição da venda de cigarros eletrônicos
Foto: Divulgação
Brasil
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) decidiu nesta quarta-feira (6) manter a proibição de importação, propaganda e venda de cigarros eletrônicos no Brasil. A restrição começou em 2009, mas a comercialização continua ocorrendo de forma ilegal no país.

LEIA TAMBÉM: Novo óbito por coronavírus é confirmado para Lajeado

A decisão foi tomada durante a 10ª reunião da diretoria colegiada do órgão. Por unanimidade, a diretoria seguiu voto proferido pela diretora Cristiane Rose Jourdan.

Segundo ela, estudos científicos demonstram que o uso dos dispositivos eletrônicos para fumar (DEFs) está relacionado com aumento do risco de jovens ao tabagismo, potencial de dependência e diversos danos à saúde pulmonar, cardiovascular e neurológica.

Os cigarros eletrônicos estão na quarta geração, onde é encontrada concentração maior de substâncias tóxicas.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsAppInstagram / Facebook

 

Acompanhe
nossas
redes sociais