Baile do Chucrute espera mais de 2,4 mil pessoas neste fim de semana

FESTA

Baile do Chucrute espera mais de 2,4 mil pessoas neste fim de semana

Restam poucos ingressos para o evento, que deve lotar o Centro Comunitário Cristo Rei. Programação faz parte da celebração do aniversário do município

Por

Baile do Chucrute espera mais de 2,4 mil pessoas neste fim de semana
O Festival do Chucrute chega a sua 55ª edição. Mais de 400 dançarinos fazem parte dos grupos de dança típica alemã (Foto: Divulgação)
Estrela
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A festa mais tradicional da cidade volta a ocorrer depois de dois anos. Neste sábado, o Centro Comunitário Cristo Rei recebe o primeiro baile do 55º Festival do Chucrute, às 20h. A expectativa de público é de 2,4 mil pessoas, lotação máxima do salão. O segundo baile ocorre dia 22 de maio.

LEIA MAIS: Jogos Germânicos terão seis equipes e 11 provas

Para a primeira noite de festa, está confirmada a presença do governador Ranolfo Vieira Junior. Restam poucos ingressos para o baile, que podem ser adquiridos com a comunidade por meio do telefone 3720-1120. O instrutor de danças folclóricas, Andreas Hamester, conta que os ingressos de mesas para grupos e perto do palco estão esgotados há dias.

No domingo, dia 15, ocorre o primeiro café colonial, às 15, também no Centro Comunitário Cristo Rei. Para participar, é necessário levar um quilo de alimento não perecível. Tanto no baile quanto no café, o grupo de dança típica faz as suas apresentações. “Na sexta é nosso último ensaio. Todos estão prontos para as apresentações que acontecem sábado e domingo”, afirma Hamester.

Expectativa dos dançarinos e comunidade

Hoje, o grupo conta com 452 dançarinos, que incluem crianças, adolescentes, adultos e idosos. Entre eles, está Betina Espindula, 23, que faz parte do grupo desde seus nove anos. “A minha participação se deve às amizades que fiz nesse tempo e as oportunidades e aprendizados que da cultura alemã que o grupo oferece aos dançarinos”, conta.

Depois de tanto tempo de participação, ela se emociona ao falar sobre o que o grupo representa em sua vida. “Significa as minhas amizades mais sólidas, é uma parte muito importante da minha vida. Fala sobre alegria, dança e respeito”, afirma. Para ela, o grupo também é importante para formação de personalidade e ensina a conviver com comunidade.

Entre os momentos mais marcantes, ela cita a abertura das pistas dos bailes. “Quando dançamos em casa e vemos as pessoas que vem a Estrela prestigiar, é sempre muito especial”, lembra.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsApp Instagram / Facebook