O Vale na Federasul

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

O Vale na Federasul

Por

Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

A terça-feira foi de festa no Salão Nobre do Palácio do Comércio, em Porto Alegre. O evento registrou a posse coletiva de representantes de 72 entidades filiadas, reuniu mais de 200 convidados, reinaugurou o calendário de eventos da entidade e atendeu a um desejo antigo dos filiados. A primeira posse coletiva ocorreu em 2018, mas a pandemia interrompeu o ciclo que acontecerá de dois em dois anos. Além dos representantes do Vale do Taquari, estavam presentes líderes do Alto Jacuí Botucaraí Central, Centro Sul, Fronteira Noroeste, Fronteira Oeste, Litoral, Médio Alto Uruguai, Metropolitana, Delta do Jacuí, Missões, Noroeste Colonial, Norte, Produção, Serra, Sul, Vale do Rio dos Sinos / Rio Cai, Vale do Rio Pardo / Jacuí Centro.


Tombamento em Putinga

O Ministério Público de Arvorezinha atua, por meio de um inquérito civil, para “apurar a viabilidade de tombamento das pinturas do italiano Angelo Fontanive nas Igrejas Nossa Senhora da Purificação e da Xarqueada, em Putinga, bem como de seus respectivos prédios”. O debate envolve o governo municipal de Putinga e a Mitra Diocesana de Santa Cruz do Sul, e está sob a responsabilidade da promotora de justiça Carla Pereira Rêgo Flôres Soares. Aliás, não é a primeira vez que o MP é provocado a intermediar processos ligados ao patrimônio histórico na região alta do Vale do Taquari. E isso é um bom exemplo para a região baixa.


• A Câmara de Lajeado prorrogou em 180 dias (até dia 9 de novembro) o prazo final para a conclusão dos trabalhos da Comissão Temporária Especial para Revisão Legal. Eles avaliam leis que podem ser revogadas, alteradas ou compiladas.
• A Procuradoria do município de Lajeado notificou a empresa Expresso Azul para solicitar “os requisitos necessários à implantação do aplicativo para os usuários do transporte público coletivo”. E a resposta é a mesma: falta cobertura de internet em diversos bairros da cidade.
• Também em Lajeado, o poder público projeta licitação no próximo dia 23 para contratar empresa capacitada para “execução de macrodrenagem na Lagoa dos Ruschel”, localizada no Bairro Carneiros.
• Em Encantado, o prefeito deve nomear Eder Boaro para coordenar a Sala do Empreendedor (ou Sala do Desenvolvimento), que é um braço importante da nova Secretaria de Turismo e Desenvolvimento. Já o nome do novo secretário (a) ainda é um mistério. Duas turismólogas da cidade foram cotadas, mas a relação delas com partidos de oposição é um entrave. Diante disso, a nomeação deve contemplar um profissional de outra cidade.
• Também em Encantado, os vereadores não querem apenas um novo Assessor de Bancadas. Há quem defenda mais três funcionários para o Legislativo. Vamos aguardar.
• Aliás, tem vereador muito incomodado com o poder público municipal de Encantado. E com razão. As queixas são referentes às áreas da saúde e da agricultura, e também sobre a ausência de programas de moradias para pessoas em vulnerabilidade social.
• A possível concessão da barragem de Bom Retiro do Sul para a instalação de uma hidrelétrica vai gerar muita concorrência. Aliás, é um assunto que perdura faz décadas.
• Ainda em Bom Retiro do Sul, o governo municipal não vai medir esforços para revigorar uma marina às margens do Rio Taquari. Ou seja, é mais uma cidade que volta a olhar de frente para o nosso manancial. E isso é muito importante.
• O governo de Teutônia pretende anunciar 12 projetos para a cidade durante a Festa de Meio. O número é alusivo à sigla do PDT. E uma das principais ações é o recapeamento asfáltico da “Ladeira- Mãe”, em Linha Harmonia. No dia 27 de junho, o trecho recebe mais uma etapa do evento internacional de Skate Downhill. O investimento é de R$ 1,2 milhão.


Acompanhe nossas redes sociais: WhatsApp Instagram / Facebook