Temporada de corridas aberta

Opinião

Temporada de corridas aberta

Por

Atualizado quarta-feira,
16 de Março de 2022 às 10:55

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Para quem gosta de corridas, o ano começou. No último domingo, 13, eu e mais quatro colegas do Grupo A Hora participamos da Corrida Run More. Entre subidas e descidas, todas terminaram o percurso de 5 km de corrida ou 3 km de caminhada. Algumas com mais experiência em corridas e outras com menos, mas o que importa é participar.

E no próximo fim de semana, iniciaremos nossas participações no Circuito dos Vales. São 14 colegas aqui do Grupo que estarão presentes na etapa de Arroio do Meio. Cada um corre no seu ritmo, mas estaremos todos juntos nos apoiando.

A parte mais legal de participar dessas corridas é a interação com outras pessoas e grupos, combinado com uma ótima energia. Tem ainda o apoio de pessoas desconhecidas, que gritam e incentivam para que todos consigam completar o percurso.

Vale a pena participar!


Retorno da Fórmula 1

A Fórmula 1 retorna no próximo fim de semana, no Bahrein. Campeão da última temporada, todas as atenções estão voltadas ao piloto da Red Bull, Max Verstappen. Acredito que os espectadores possam esperar muito dos pilotos mais novos também, como Lando Norris, Carlos Sainz e Charles Leclerc. Acredito que Sergio Perez também pode surpreender esse ano.

É claro que não podemos esquecer de Lewis Hamilton. O heptacampeão da Mercedes tem história e pode quebrar mais recordes em 2022. Tendo mais experiência do que outros, ele não desistirá tão fácil e brigará até o fim para ser, mais uma vez, campeão.

Até existiram rumores de que ele estaria de saída da categoria, por ter perdido no último ano. Porém, o assunto parece ter sido superado. O novo companheiro de equipe do inglês, George Russel, também gera expectativas no público.

O alemão Mick Schumacher, filho da lenda Michael Schumacher, também pode surpreender. Apesar de pilotar uma Haas, que não tem lá uma fama muito boa, ele tem potencial para, pelo menos, conseguir alguns pontos durante o campeonato.

Esse ano a briga será boa na pista.


Brazilian Storm

Na WSL, a brasileira Tatiana Weston-Webb foi campeã na etapa de Portugal, em Peniche. Na final masculina, o brasileiro Filipe Toledo foi derrotado pelo americano Griffin Colapinto. O Brazilian Storm, como é chamado o time de brasileiros que participam do campeonato mundial de surf, segue surpreendendo. Vamos torcer para que em 2022 tenhamos, mais uma vez, um brasileiro como campeão mundial.


Acompanhe nossas redes sociais: Instagram / Facebook.