Lula no Vale?

Opinião

Rodrigo Martini

Rodrigo Martini

Jornalista

Coluna aborda os bastidores da política regional e discussão de temas polêmicos

Lula no Vale?

Por

Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

Na terça-feira passada, foi entregue e protocolado na Secretaria Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) uma carta convite ao ex-presidente Lula. O documento foi entregue pessoalmente pela presidente do PT em Coqueiro Baixo, Luciane Udovic, e Luiz Basségio, presidente da Rede Sem Fronteiras. Ambos também integram a ONG Grito dos Excluídos Continental. Jones Fiegembaum, Coordenador Regional do PT e suplente de vereador em Lajeado, e Adroaldo Luis Da Croce, Ex-Prefeito de Relvado, também assinam a solicitação entregue ao diretório nacional do PT.

Segundo Fiegembaum, a agenda programada para Lula na região seria composta por “encontros com líderes locais, atividades de agitação e sensibilização popular, visita a autoridades locais e entrevistas a rádios com forte audiência regional”. Ainda de acordo com o coordenador Regional da sigla, a comitiva com o ex-presidente e possível candidato pode abranger várias cidades da região, com destaque para Lajeado, Encantado e Coqueiro Baixo. “Em Encantado, a proposta é um ato popular, simbólico e ecumênico de visita ao Cristo Protetor”, finaliza.


Os vereadores e as “Andorinhas”

Compartilho a opinião de um estimado leitor, que compactua com as minhas críticas referentes ao nosso modelo de organização política aqui no Vale do Taquari. Segundo ele, os culpados pelo fato da nossa região não ter representantes nos parlamentos estadual e federal “realmente são os vereadores”. Para o leitor, a maioria dos nossos parlamentares locais apoia “Andorinhas que só aparecem nas eleições”. E eu assino embaixo.


Constrangimento no plenário

A frase do vereador Márcio Dal Cin (PSDB) sobre a sessão extraordinária de ontem é enfática. “Começamos errado o ano.” O parlamentar de Lajeado se queixava de problemas nos projetos de lei que estavam na pauta do dia. Segundo ele, durante a reunião das comissões os colegas encontraram muitos erros nas propostas protocoladas pelo Executivo. “Não sei o que acontece com as pessoas que digitam. No ano passado, era Ctrl C + Ctrl V (o famoso “copia e cola”). Parece que a Casa é só um despacho para o que o Executivo necessita.”

Antes da fala, porém, um momento mais constrangedor. No momento de votar as matérias da Ordem do Dia, o vereador Sérgio Kniphoff (PT) entregou uma liminar conquistada por ele junto ao judiciário lajeadense. O documento foi assinado pela Juíza Carmen Luiza Rosa Constante às 16h29min dessa mesma quinta-feira, minutos antes da sessão plenária. No despacho, a magistrada mandou suspender a votação de quatro projetos de lei protocolados pelo Executivo. A justificativa é simples: não apresentam caráter de urgência para serem votados durante o recesso parlamentar.

Na ação, Kniphoff também observou para o prazo de convocação da sessão extraordinária. Segundo o petista, o prazo mínimo é dois dias. E o encontro foi convocado um dia antes. A juíza também acatou o pedido e reconheceu o estranho erro cometido pela nova Mesa Diretora da Câmara de Lajeado, comandada pelo presidente Deolí Gräff (PP). Definitivamente, Dal Cin está certo. O ano começou mal para alguns legisladores lajeadenses. Resta saber como serão os próximos e derradeiros 351 dias.


Violência contra a mulher

A Procuradoria Especial da Mulher, vinculada à presidência da Assembleia Legislativa, realizou o Seminário de Políticas Públicas para Mulheres “Nós por Elas”. Voltado para prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais e vereadores, o evento reuniu líderes de 115 municípios gaúchos. Entre principais debates, a criação de estruturas para acolher vítimas de violência doméstica no interior. Sobre isso, vale lembrar que o Vale do Taquari já possui uma estrutura. Mas são muitos os prefeitos que ainda não enxergam a necessidade apoiar (e custear) a iniciativa.


Humanismo em baixa

A polarização e as redes sociais transformaram o cenário político. Jair Bolsonaro foi esfaqueado em praça pública e os comentários de muitos militantes contrários foram repugnantes. O mesmo valeu para Lula, quando perdeu a esposa, o irmão e o neto. Desta vez, e em menor proporção, claro, a vítima dos desaforos cibernéticos foi a primeira-dama de Lajeado, Aline Scapini Caumo. Ela foi vítima da violência do Rio de Janeiro na última quarta-feira. O celular dela foi roubado quando o veículo em que estava (acompanhada do prefeito, Marcelo Caumo) parou em um semáforo. E a solidariedade e o humanismo passaram longe das teclas ou dos smartphones de muitos internautas.


• Na edição de ontem, faltou citar o nome do município onde os poderes Executivo e Legislativo gastaram quase R$ 150 mil com diárias em 2021. Em tempo, foi em Teutônia.
• Na sessão extraordinária de ontem, em Lajeado, o vereador Lorival Silveira (PP) sugeriu, indiretamente (ou diretamente), que Carlos Ranzi (MDB) merece ser o próximo prefeito da cidade. Para tal, o Progressistas recomenda muito trabalho. E deixa uma dúvida: qual é o papel dele dentro do PP?
• A primeira sessão ordinária da Câmara de Lajeado ocorrerá no dia 1º de fevereiro. E o ano promete.
• O edital para a realização de acordos diretos em precatórios devidos pelo Estado deve ser publicado nos próximos dias. A ação, resultado de um Termo de Cooperação entre o TJ/RS e o Governo do Estado visa reduzir o estoque de 65 mil precatórios.
• O governo de Lajeado republicou o edital de registro de preços para aquisição sob demanda de equipamentos semáforicos (as populares “sinaleiras” para os gaúchos) para instalação em vias municipais. A sessão pública ocorrerá no dia 31 de janeiro.
• Em Arroio do Meio, o povo está de olho nas férias (ou nas licenças) de integrantes da Câmara de Vereadores. “São as conversas de esquina”, instiga um eleitor.
• Já em Estrela, ainda não há qualquer previsão para um novo edital de concessão do complexo natural da Cascata Santa Rita. Por ora, os frequentadores seguem utilizando o local sem qualquer infraestrutura.


Acompanhe nossas redes sociais: Instagram / Facebook.