Benoit inaugura lojas em Muçum e Tupandi

Opinião

Thiago Maurique

Thiago Maurique

Jornalista

Coluna publicada no caderno Negócios em Pauta.

Benoit inaugura lojas em Muçum e Tupandi

Por

Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 2 - Lateral vertical - Final vertical

No ano em que completou meio século de história, Benoit amplia a atuação com apoio da tecnologia. Na semana passada, a empresa reinaugurou a unidade de Muçum (foto), agora com 574m², e inaugurou uma nova loja na cidade de Tupandi, com 6892m². Juntas, as duas são responsáveis por 15 empregos diretos.

Nos próximos meses estão previstas as inaugurações de lojas em Capão do Leão e Formigueiro, além de uma segunda unidade em Ijuí. Fundada em 1971, em Lajeado, a empresa supera as 250 filiais, espalhadas pelo Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, além de e-commerce que atende quase todos os estados do país.

Um dos grandes marcos do ano do cinquentenário foi a implantação de um modelo híbrido, pelo qual o cliente pode comprar pela internet e retirar os produtos diretamente na loja. A modalidade foi possível graças a integração completa entre os estoques da rede.


UnimedCard VTRP alcança mil contratos

Cartão de descontos em saúde lançado recentemente nos vales do Taquari e Rio Pardo, o UnimedCard VTRP alcançou seus primeiros mil contratos com pessoas físicas. Com mensalidades a partir de R$ 26, o cartão dá acesso a uma ampla rede referenciada de médicos clínicos gerais e especialistas, com consultas que custam a partir de R$ 50.

O cartão da Unimed VTRP também permite que os usuários contratem o serviço de urgência e emergência do SOS Unimed, consultas e procedimentos com outros profissionais de saúde, entre outros serviços. Mais de 300 médicos já estão credenciados na modalidade.
Devido ao grande sucesso de vendas, a cooperativa ampliou a equipe de Santa Cruz do Sul para cobrir a expansão no Vale do Rio Pardo. Também foram iniciadas vendas para clientes empresariais. Mais informações no Whatsapp (51) 99879 6522.


Resultados da Black Friday

Levantamento realizado pela Cielo – ICVA mostra mostram o retrato da Black Friday deste ano no Brasil. Houve um crescimento de 6,3% no faturamento nominal do varejo na comparação com o ano passado, mas os números ficaram 9,1% abaixo dos registrados em 2019.

Se no ano passado a pandemia segurou as vendas, em 2021 o comércio sente os efeitos da trinca: desemprego, inflação e juros mais elevados. Setor com maior avanço no faturamento nominal, o Turismo e Transporte apresentou alta de 54,4% sobre o mesmo período de 2020, um claro sinal de que o temor em relação à Covid-19 está ficando para trás.

A venda de materiais de construção apresentou queda de 9%, outra demonstração de mudança no comportamento de consumo após a redução nos índices de confinamento. Um dado curioso: pela primeira vez a categoria alimentos aparece na lista dos dez itens mais procurados na data. Em termos de faturamento nominal a região Sul teve o maior crescimento, com alta de 8,5% na comparação com 2020.



• Cooperativismo de crédito – Com matriz em Santo Cristo, no Noroeste do Estado, a Cresol completou um ano em Lajeado. A cooperativa de crédito iniciou a atuação no Vale do Taquari em 2019, quando inaugurou agência em Teutônia. Neste ano, foram inauguradas unidades em Arroio do Meio, Encantado e Estrela. Sinais do avanço do cooperativismo de crédito.

• Confiança da Indústria – O Índice de Confiança da Indústria (ICI) recuou pelo quarto mês seguido em novembro. Medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o indicador bateu 102,1 pontos, recuo de 3,1 pontos na comparação mensal. É o menor nível desde agosto de 2020, quando o indicador chegou a 98,7 pontos. Dos 19 segmentos industriais pesquisados pela FGV, 15 tiveram recuo na confiança. Aumento dos insumos e gargalos logísticos estão entre os motivos para a queda.