Duplicação avança e trecho é preparado para pavimentação

br-386

Duplicação avança e trecho é preparado para pavimentação

CCR ViaSul promete entregar 10 quilômetros de duplicação da BR-386 entre Marques de Souza e Lajeado em fevereiro do próximo ano

Por

Duplicação avança e trecho é preparado para pavimentação
CCR ViaSul prepara trecho de 1,5 quilômetro da duplicação da BR-386 para receber pavimentação. (Foto: Felipe Neitzke)
Vale do Taquari
Gustavo Adolfo 1 - Lateral vertical - Final vertical

A concessionária CCR ViaSul prepara o primeiro trecho da duplicação em Marques de Souza para receber a pavimentação. Essa etapa ocorre há pouco menos de seis meses desde o início das obras e compreende 1,5 quilômetro. Na mesma pista, duas novas pontes também estão prontas.

Nas próximas semanas, mais dois quilômetros serão concluídos com a terraplanagem. As etapas seguintes compõem a aplicação de sub-base, base e a camada de asfalto. O avanço dos serviços também depende das condições climáticas.

Para cumprir a meta de entregar 10 quilômetros de duplicação em fevereiro do próximo ano, cerca de 1 mil trabalhadores estão distribuídos em 20 pontos que envolvem o uso de mais de 100 máquinas.

Conforme o coordenador de engenharia da CCR ViaSul, Fábio Hirsch, a obra está 15% concluída. “Estamos um pouco à frente do cronograma. É um percentual ponderado ao considerar cada etapa”, avalia.

A fase atual de terraplanagem é considerada a mais demorada do projeto de duplicação dos 20,3 quilômetros até Lajeado. A oscilação de níveis dos terrenos chega a 9 metros de altura, o que necessita de maior volume de material para aterro. “Quando chega na parte da pavimentação o rendimento aumenta”, explica Hirsch.

Além da duplicação, a concessionária irá construir 13 quilômetros de vias marginais, dois retornos, seis adequações de acesso, quatro passarelas de pedestres, seis novas pontes, seis alargamentos de pontes existentes, duas passagens inferiores e duas superiores.

Ainda, serão implantados novos dispositivos de segurança, como 50 quilômetros de defensa metálica, nove quilômetros de barreiras e 170 terminais atenuadores de impacto, bem como iluminação das passarelas de pedestres, pontos de ônibus e nas vias marginais. Ao todo, estão previstos cerca de R$ 300 milhões.

Pontes e detonações

Para viabilizar o avanço das terraplanagens, equipes promovem novas detonações de rochas entre o trecho de Marques de Souza e Forquetinha. Até agora foram mais de 30 intervenções e utilizadas quase 50 mil toneladas de explosivos.

“Com o início das ações de pavimentação e a conclusão das pontes, fica mais evidente a dedicação e esforço de todos nessa missão de duplicarmos uma das principais rodovias do RS”, destaca Hirsch.

Em relação as pontes, das seis previstas no trecho, duas foram concluídas e a terceira está em construção. “Estou impressionado com o maquinário e a agilidade dos serviços. Agora enfrentamos alguns transtornos por conta da obra, mas será muito bom para a região”, comenta o aposentado Valdemar Jung, 72, residente às margens da BR-386.

Saiba Mais

Até 2030, a CCR ViaSul pretende duplicar mais de 165 quilômetros da BR-386 entre Carazinho e Lajeado, o que beneficia 22 municípios ao longo do trecho de concessão. Ao todo, na BR-386 no trecho entre Canoas e Carazinho, serão duplicados 225,2 quilômetros da rodovia, com 10,2 quilômetros de construção de faixas adicionais e 75,5 quilômetros de novas vias marginais. Ainda, serão construídos 52 novos acessos, 28 novas interconexões, 27 retornos em nível, 18 novas passarelas, quatro passagens inferiores e 58,3 quilômetros de nova iluminação.